Exú Cigano

Este, como seu nome indica, se manifesta sob a aparência de um cigano. Quando vivia foi um cigano árabe, que veio como escravo ao Brasil junto com um contingente que provinha da África Oriental. Seu nome em vida era Hassam. 
Por ser o primeiro cigano que se iniciou no culto afro-brasileiro que ele conheceu no cativeiro junto com os demais escravos, obteve o privilégio de ser o comandante dos demais ciganos que se iniciaram, de onde passou a ser chefe do povo cigano. Logo, quando começa a manifestar-se, primeiro na macumba primitiva, logo depois na Umbanda e por último como “Exu de Alto” se dá a conhecer como “Cigano L’erú” que significa: “O cigano que foi escravo”, dando a entender que foi um dos que chegaram primeiro.
 
Sua vestimenta é composta de panos coloridos, turbante e bombacha no estilo árabe. Sendo um dos poucos ciganos (homens) que se apresentam desta maneira, já que a maioria vem com chapéu de feltro ou lenço de cabeça, calça, camisa e jaleco, pois são ciganos muito mais novos no tempo.
 
Os outros Exus que se manifestam como ciganos, quase nunca se chamam “ciganos”, por que de uma maneira geral são Almas de Ciganos que se iniciaram no culto, e chegam com a representação de algum outro Exu do Alto Comando, por exemplo: Exu Corcunda Cigano.
 
Alguns de seus caminhos são ramos de onde podem chegar os distintos ciganos:
 
Exu Cigano do Oriente – O que vem da África Oriental, Arábia e outros países asiáticos.
 
Exu Cigano do Circo – O que trabalha – como indica seu nome – nos circos e também em todos os lugares onde fazem espetáculos públicos.
 
Exu Cigano do Pandeiro – É ele que vem com um pandeiro na mão, bom dançarino, tem um estilo turco.
 
Exu Cigano Caló – É ele que representa a os ciganos que vieram ao Brasil desde Portugal, Espanha e França.
 
Exu Cigano da Praça – Aquele que se dedica a buscar oportunidades nas praças, feiras e parques, fazendo negócios.
 
Exu Cigano Romanó – Quando se apresenta como um cigano que vem de algum dos países de Europa oriental.
 
Exu Cigano do Violino – Que é a passagem na qual ele sabe tocar violino, sendo um cigano rumano.
 
Exu Cigano da Lira – Que faz alusão aos conceitos: 
  • a) que provém de uma cidade africana chamada Lira e que fora a princípio um ponto de encontro entre várias raças para comerciar; 
  • b) que é hábil compondo canções, cantado e tocando instrumentos variados.
Exu Cigano Giramundo – Que não deve se confundir com “Exu Giramundo-cigano”, pois Cigano giramundo é uma passagem de Exu Cigano o que mostra sob a faceta de trota-mundos, andarilho, em sua carruagem viajando de povo em povo. Sem dúvida, Giramundo-cigano é a representação de Exu Giramundo através de uma passagem como cigano.
 

Exu Cigano do Garito – O que trabalha nas casas de jogo clandestino. Devemos ressaltar, que “garito” é uma palavra cigana.

Há, todavia, muitos sub-ramos derivados das primeiras passagens e também outras passagens. Devemos deixar claro que, na Kimbanda, não há algum lugar para ciganos (homens) com nomes próprios, pois temos ouvido por aí que chegam: cigano-andrés, cigano-sandro, cigano-marco, etc. Na Kimbanda só chega Exu Cigano- “de tal parte”, os espíritos de ciganos homens que venham com nomes próprios, NÃO SÃO EXUS DE LEI, não devem ser admitidos nas giras, porque não pertencem à nossa religião. Os ciganos que entraram na nossa religião quando viviam, têm até o momento, somente um dos caminhos: 
a) Chegar representando a Exu Cigano ou Pombagira Cigana e um grupo; 
b) Chegar representando qualquer Exu dos altos comandos e ter ao final a denominação: “cigano”.

Exu Angola – Que pertence ao povo das Almas do Cativeiro.

Exu Cobra Preta – Pertence ao povo das Cobras que trabalha dentro do Reino das Matas.

Exu Come-Fogo – Ronda nas cercanias dos crematórios e pertence ao povo do forno.

Exu Coquinho dos Infernos – Que integra o grupo do Povo dos Infernos (dentro do Reino da Lira)

Exu da Estrada – Que trabalha nas rotas e estradas (povo do Cruzeiro da Rua)

Exu da Lama – Tem a incumbência onde há incêndios e faz parte do Povo do Forno.
 
Exu Dalva – Pertence ao Povo do Cruzeiro do Espaço. Gosta de trabalhar quando está amanhecendo e recebe as oferendas em terrenos abertos.
 
Exu do Ar – Trabalha sob o comando de Exu dos Ventos.
 
Exu Formiga – Pertence ao Povo das Campinas, mora perto dos formigueiros onde procura um de seus alimentos prediletos: as formigas.
 
Exu Gato – Prefere trabalhar nas encruzilhadas dos montes.
 
Exu Gererê – Trabalha dentro do mar, pertence ao povo dos pescadores, de fato, seu nome significa “red” em linguagem banto.
 
Exu Hora-Grande – Outro tipo de nome que se usa para referir-se a Exu Meia-Noite.
 
Exu Kolobô – Que trabalha nos cemitérios e ataca condolências, pertence ao povo das mirongas.
 
Exu Lalu – Trabalha nas encruzilhadas da praia sob as ordens de Exu Mirim.
 
Exu Limpa-Trilhos – Trabalha nas vias de trem abrindo os caminhos, pertence ao povo da Encruzilhada de Trilhos e seu chefe direto é o Exu Marabô.
 
Exu Mangue – Vive nos mangues.
 
Exu do Pantanal – pertence ao povo do Lodo.
 
Exu Pinga-Fogo – Que pertence ao povo dos Fornos ou do Fogo (povo do fogo material)
 
Exu Relâmpago – Trabalha no povo da Encruzilhada do Espaço (pontos cardinais), sob as ordens de Seu Sete Gargalhadas.
 
Exu Sete Horas – Que pertence ao povo do Cruzeiro do Espaço.
 
Exu Tira-Tôco – Trabalha nos montes de Eucaliptos a beiradas do mar. Pertence ao povo da mata da praia.
 
Exu Tranca-Gira – Trabalha nos cruzeiros sob as ordens de Exu Tranca Tudo.
 
Pombagira da Terra – Trabalha nos cemitérios.
 
Pombagira Rosária – Trabalha nos mercados e feiras.
 
Pombagira Sete Folhas – Pertence ao povo das árvores e trabalha na entrada dos montes.
Anúncios

Cigano Valter

Este cigano tem sido erroneamente propagado com outros nomes, e em seu afável contato comigo, manifestou sua profunda tristeza e decepção com aqueles que o chamam de Igor, Pablo, Vladimir e outras falsas designações. Na verdade seu nome é Valter e é um doce cigano que gosta de fazer suas magias em noite de Lua Cheia. Em seus trabalhos espirituais o Cigano Valter abre os caminhos fechados de quem o solicita; limpa a aura de toda inveja e mal-olhado, carregando de boas energias e dando sua proteção a quem por ele clamar. No campo amoroso, este Cigano faz magias com ervas para unir casais que se separaram e devem continuar juntos. Também defende as pessoas que são humilhadas e ofendidas injustamente nesta passagem pela Terra.

 

No caso de duas pessoas ou mais se juntarem para lhe render homenagens, o resultado de seu empenho é ainda mais rápido. Valter é um cigano sensível e amoroso, mas fica uma fera quando seus protegidos são caluniados. Jamais deve ser solicitado sem que haja uma causa verdadeira para ele defender. Recebe as suas oferendas tanto por águas como por terra, que podem ser entregues nos mares, rios, bosques ou jardins. Para agradá-lo deve-se ofertar rosas e velas vermelhas, vinho branco e frutas diversas, além de um par de alianças douradas quando seu encantamento for pro amor. Nunca se deve acender vela para o Cigano Valter dentro de casa, nunca! Em casos de urgência a vela pode ser acesa no quintal, na varanda ou no jardim, mas com a condição que tenha uma rosa vermelha à esquerda e um copo ou uma taça de água potável à direita.

Amante Cigano

Cigano Hiago

Esse cigano é um rapaz que fez a passagem com 21 anos.
Gosta da planta chamada gálbano, que é da família do funcho e tem um aroma muito agradável.
Diz Hiago que esse perfume estimula a confiança, a harmonia, a paciência e favorece a cura.
Hiago esclarece que o gálbano é indispensavel na iniciação espiritual e no conhecimento do interior.
Hiago trabalha trazendo na mão um cristal de granada ou de jaspe sanguíneo.
Ele tem uma reza que é o poder da sua cura:
Kseroi ni pesi naisi
Knerela esi te nori
Kdiseni
Ksi ai le delerai oi
Bel-Karrano.
Tradução:
A paz para o seu espírito, a saúde,
a harmonia têm de vir de dentro de você.
Deus céu.

CIGANO ARTEMIO

É misterioso, poucos sabem sobre sua passagem na Terra.

Trabalha com um punhal, uma turmalina-verde, um espelho, um maracujá pequeno, um tacho de cobre, uma moeda antiga, folha de sândalo, folha de tabaco, muitas fitas coloridas e um lenço de quatro cores, verde-claro, verde-escuro, verde-água, e verde-folha, com uma estrela de seis pontas dourada no meio, com que cobre o tacho.

É com isso que ele faz suas magias, faz amarração e desamarra casos difíceis.
Quando termina o trabalho, manda colocar tudo isso no mato fechado.
Salve esse cigano.
Que Bela-Karrano lhe dê permissão para fazer mais e mais suas magias

Baralho Cigano aprenda o significado das cartas

 
CARTA 01 – CAVALEIRO/MOVIMENTO
Concretizações e realizações dos objetivos propostos. Algo que ainda não está “materializado”, porém está a caminho.
 
CARTA  02 – TREVO/OBSTÁCULOS
 Paus e pedras que são colocados em nosso caminho para que tropecemos e percamos o rumo. Algo momentâneo, que pode ser transporto ou superado.
 
CARTA 03 – MAR/NAVIO/SAÚDE/VIAGEM/MUDANÇA 
Simboliza mudança positiva, ocorrendo tanto no plano material, como no plano espiritual, podendo significar viagem ou saúde, pelo Simbolismo do Mar com a Origem da Vida.
    
 
 
CARTA 04 – CASA/EQUILÍBRIO/FAMÍLIA
 É o ponto de equilíbrio e de apoio, tanto interno como externo. Também simboliza a Família como a “célula matter”.
 
 
CARTA 05 – ÁRVORE/FARTURA/ABUNDÂNCIA 
Troca de energias entre as pessoas, dar, receber, compartilhar, dividir.
    
 
CARTA 06 – NUVENS/TURBULÊNCIA 
Cabeça tumultuada, coisas pouco claras e pouco nítidas, tendência a tirar conclusões erradas. Cuidado para não se tomar atitudes apressadas, porém passageiro.
 
 
 
CARTA 07 – SERPENTE/COBRA/CONFUSÕES
 Discórdia, desarmonia, pessoas venenosas tentando desestruturar. Perigoso, pois é algo intencional.
 
 
 
CARTA 08 – ESQUIFE/PERDAS
 Algo que acabou, que não tem mais energia própria, podendo ocorrer tanto no plano espiritual, quanto no plano material.
 
CARTA 09 – FLORES/PROFUNDAS ALEGRIAS 
Algo profundo que vem de nosso interior e transborda, à alegria de flores do campo.
 
CARTA 10 – FOICE/TRANSFORMAÇÃO 
Algo que está passando por uma transformação, reavaliação, reformulação, objetivando algo melhor. Não deve ser interrompido, porém levado até a conclusão.
      
 
CARTA 11 – CHICOTE/MAGIA 
Força, energia, potencial energético, força mental. Sozinha não é boa nem má. A sua utilização é que define o sei objetivo
 
CARTA 12 – PÁSSAROS 
Pequenas atenções e pequenas alegrias. O romantismo, o colorido da vida, o que dá o verdadeiro sentido à vida.
 
CARTA 13 – CRIANÇA/ALEGRIA DE VIVER
Nosso lado mais espontâneo e verdadeiro, a ingenuidade. A criança que habita dentro de cada um. Também simboliza filhos pequenos.
 
CARTA 14 – RAPOSA/ARMADILHA
 Algo aparentemente bom e bonito, porém a realidade é contrária. Intenção de nos desviar de nosso caminho, ou de fazer com que caiamos na armadilha.
 
CARTA 15 – URSO/INVEJA
Falsidade, aquele que se faz de amigo, porém não é. Usa nossa intimidade para nos derrubar. Simboliza o “olho grande” que é o pior dos feitiços.
 
CARTA 16 – ESTRELA/SORTE 
A luz que orienta e ilumina, o destino, ou o Carma de cada um. A força que nos guia.
 
CARTA 17 – CEGONHA/NOVIDADES
 Novas oportunidades, novos caminhos, novos objetivos, iniciando uma nova fase da vida, diferente do que foi desenvolvido até o momento.
 
CARTA 18 – CÃO/ALIADO 
Amigo fiel, aquele em que se pode confiar, com que se pode contar, que pula na frente para nos defender, um grande aliado.
 
CARTA 19 – TORRE/MUNDO ESPIRITUAL 
O “Eu Verdadeiro”, o que somos realmente, o que está “por trás dos muros”. Não tem nada a ver com o mundo material.
 
CARTA 20 – JARDIM/PARTE BONITA DA VIDA
 Depende de nós, o que escolhemos para plantar, é o que vamos colher vida a fora.
 
CARTA 21 – MONTANHA/JUSTIÇA
 A justiça prevalecendo independente do interesse individual, as coisas sendo consideradas pelo que realmente são.
 
CARTA 22 – CAMINHO/ESTRADA DA VIDA
O rumo da vida de cada um, o que está no caminho, no nosso destino.
 
CARTA 23 – RATO/DESGASTES
 Pequenas perdas, pequenos aborrecimentos e chateações, desgastes de energia, desânimo.
 
CARTA 24 – CORAÇÃO/PROFUNDO SENTIMENTO
 Emoção, sensibilidade, intuição, o lado sentimental, podendo ser tanto amor quanto ódio.
 
CARTA 25 – ANEL/ALIANÇA/ASSOCIAÇÃO 
Duas metades que se unem para formar uma unidade, podendo ser de coração, de trabalho, de amizade, espiritual ou casamento.
          
CARTA 26 – LIVROS/ESTUDO/TRABALHO/PROFISSÃO 
Mente, raciocínio, inteligência, tudo que mexe com o cérebro, ou que tenhamos que colocar nosso esforço intelectual.
 
CARTA 27 – CARTA/NOTÍCIA
 Aviso, mensagem. Algo específico que as cartas querem salientar ou mostrar.
CARTA 28 – HOMEM/CIGANO 
O companheiro, ou o que seria a companheiro ideal, pode representar também a pai, irmão, esposo, amigo, chefe. Enfim um homem com destaque na vida da pessoa.  
 
CARTA 29 – MULHER/CIGANA
 A companheira, ou o que seria a companheira ideal, pode representar também a mãe, irmã, esposa, amiga, chefe. Enfim uma mulher com destaque na vida da pessoa.
 
CARTA 30 – LÍRIOS/PAZ
 Paz profunda, intensa, consigo mesmo, interior, pureza e verdade.
 
CARTA 31 – SOL/CRESCIMENTO 
Luz, força, energia, expansão. Força criativa e criadora.
 
CARTA 32 – LUA/HONRARIAS 
Ter o reconhecimento devido. Receber as honrarias e os méritos pelos esforços realizados. Merecimentos devidos.
 
CARTA 33 – CHAVE/SOLUÇÃO
Resposta aos questionamentos, aos problemas individuais, indicador da solução adequada.
 
CARTA 34 – PEIXES/MATÉRIA/DINHEIRO
 A parte material da vida, algo concreto e objetivo. Moeda financeira, meio de troca.
  
 
CARTA 35 – ÂNCORA/SEGURANÇA
Algo firme e seguro, em que se pode confiar e contar. Felicidade. Estabilidade. Êxito.
 
CARTA 36 – CRUZ/VITÓRIA
O ponto de encontro, o triunfo, os objetivos sendo alcançados e atingidos.

Montando um Altar Cigano

A importância de um altar para os Ciganos Encantado Orientais é que o altar serve como elo de ligação e comunicação entre o Cigano é o médium.Desde o momento em que existe a intenção de se oferecer um altar a um Cigano, ali se cria um elo espiritual onde quer que esteja, o Cigano que é cultuado ali sempre irá ouvir o chamado feito pelo médium diante do altar.
 
O mais importante em um altar Cigano são os 4 elementos. Para representá-los, usamos um castiçal com uma ou mais velas, representando o fogo, mesmo que a vela esteja apagada.
 
As cores podem ser qualquer uma, exceto preto e marrom. Essas cores só são usadas em certos tipos de rituais.
 
 
NÃO PODEMOS ESQUECER QUE TEMOS QUE TER A IMAGEM DE SANTA SARA KALI E DE N.Sra.APARECIDA, ASSIM COMO A IMAGEM DE NOSSOS CIGANOS ESPIRITUAIS.
 
 
Deveremos ter uma taça bonita com água. A água é simbolismo de sentimento, por isso deve ser sempre a mais pura e limpa possível (água mineral sem gás).
Essa água na taça atua como um catalisador de más energia, e quando estiver turva, deve ser jogada em água corrente e trocada, sempre por água filtrada ou mineral.
 
Um incensário, onde um incenso deve ser aceso pelo menos uma vez por semana representa o Ar, mesmo sem incenso.
Incenso floral para Ciganas(dama da noite, jasmim,, rosa etc.).
Incenso Herbal para Ciganos(canela, cravo,mirra, etc).
 
Cristais, de vários tipos, cores, formas e tamanhos; caso não seja possível ter muitos, coloque alguns escolhidos por intuição. O ideal é ter pelo menos uma pedra em estado bruto/ponta. As pedras podem ficar também num pote de vidro transparente sem tampa com água, pois a mesma potencializa a capacidade energética dos Cristais.
 
Os Cristais fecham o ciclo representando a terra.
 
Além desses elementos que são básicos, qualquer outra coisa que seja sentida por intuição, pode ser colocada : baralho cigano, leque, lenço, baú etc. As únicas exceções são Punhal – só deve ser colocado o punhal já trabalhado, ou seja , que tenha passado pela magia de um cigano, que pode ser o seu incorporado, ou de outra pessoa (alguém que fez o trabalho no punhal para você nesse caso, recomendo muitíssimo cuidado antes de aceitar).
 
Para fortalecimento de Ciganos(as), é muito bom colocar fruta no altar, pelo menos 1 vez por semana, na 2ª noite de lua cheia ou crescente, só não coloque frutas ácidas… Ciganos não gostam de sabores ácidos, pelo menos a maioria. As frutas devem ficar até um pouco antes de apodrecer, e devem ser despachada num jardim bonito.
 
Podem ser oferecido também uma taça com vinho, além da que tem água, pois o vinho é a bebida Universal dos Ciganos.
 
Flores também são bem vindas no altar as flores devem ser, cravo branco ou vermelho, girassol, lírio branco ou rosa branca(rosas em números ímpares)
As flores murchas/secas devem ser despachada no jardim onde não haja espinhos.
Não limpe seu altar na fase da lua minguante, pois isto atrapalharia sua boas vibrações como saúde e prosperidade.
 
Depois de criado seu altar, todos os dias aproxime-se dele faça a oração, mentalize a força que te acompanha. Que Santa Sara Kali e N.Sra.Aparecida ilumine nossos caminhos e nos traga muitas luzes.
 
 
CUIDE BEM DO SEU ALTAR, POIS ELE É UMA JOIA PRECIOSA QUE VC TERÁ EM SUA CASA.
 
QUE DEUS NOS PROTEJA E TRAGA SEMPRE PARA JUNTO DE NÓS CIGANOS ESPIRITUAIS TRAGAM PARA TODOS QUE ACREDITAM NESTA FORÇA.  A SUA LUZ!!!

Previous Older Entries

Orixás e entidades da Umbanda e do Candomblé.

O conhecimento da religião dos Orixás, mostrando lendas, curiosidades e mistérios da nossa religião.

Umbanda de Caboclos, Boiadeiros, Pretos Velhos, Marinheiros e todo o seu mistério

O conhecimento da religião dos Orixás, mostrando lendas, curiosidades e mistérios da nossa religião.

Ciganos, suas origens e seus mistérios.

O conhecimento da religião dos Orixás, mostrando lendas, curiosidades e mistérios da nossa religião.

Mestre Zé Pilintra

O conhecimento da religião dos Orixás, mostrando lendas, curiosidades e mistérios da nossa religião.

Rainha Maria Padilha, Exús e Pombo Giras

O conhecimento da religião dos Orixás, mostrando lendas, curiosidades e mistérios da nossa religião.

Lendas, Mistérios e Curiosidades da Religião Afro

O conhecimento da religião dos Orixás, mostrando lendas, curiosidades e mistérios da nossa religião.

%d bloggers like this: