Exú Kaminaloá

Kaminaloá

Discreto, muito calmo,  mesmo  quando  invocado  em   trevas   Exu  kaminaloá [ Tharithimas ]  trabalha ao lado de Exu Mangueira, e é um dos seis mais poderosos da quimbanda. Aparece comandando, um grande número de espíritos com forma de pretos ornados de penas na cabeça e na cintura; com argolas nos lábios, nas orelhas e nos braços, são especialistas em criar e curar doenças mentais.

O Exu Kaminaloá é o chefe da linha de Mossurubi da quimbanda. Seu ebó e amalá são levados na Calunga. Não aceita brincadeiras. Usa de muita psicologia com as pessoas. É calado, vingativo e não gosta de fazer amigos. Usa muita pimenta misturada com azeite e vinagre nas suas oferendas. Gosta de aparecer  com traje de cor vermelho vivo.

Seu Ponto Cantado

“Em uma noite de névoa forte

Eu caminhava num cemitério

Entre as tumbas eu vi um homem

Alma bendita com teu mistério

Fui até ele, perguntei quem era

Com muita calma ele me respondeu

Fui até ele, perguntei quem era

Com muita calma ele me respondeu

Eu sou da falange da Meia Noite

Eu sou da falange de Sr. Omulu

Uso minha capa com muitas penas

Eu sou Kaminaloá

Eu sou Exu

Exú Gato Preto

Exú gato preto era um feiticeiro da Europa antiga, o gato em muitos mistérios mágicos estava ligado a questões de sorte e má sorte, alta magia negra, homossexualidade.

Este Exú possui duas versões onde numa ele foi morto por praticar sodomia com outros homens e ao ser torturado e morto pelos inquisidores, o calabouço onde ele foi torturado e morto se encheu de gatos pretos que apareceram misteriosamente;
Outra versão diz que ele era praticante de alta magia na Irlanda antiga que vivia no interior de uma caverna e usava o gato preto para trazer imortalidade, pois a lenda diz que os gatos possuem 9 vidas, sendo que este se encantou como o Exu gato preto, trabalhando para trabalhos de boa sorte, sendo que muitos confundem o Exú Gato Preto com quiumbas que se passando por ele trabalham em feitiços para trazer má sorte (azar) para a vida das pessoas, não sendo estes realmente o Exú Gato Preto. Ele trabalha para sorte, longevidade e proteção contra inimigos e emboscadas, para casos amorosos entre homens, trazendo sigilo e segredo, tem forte ligação com Exú Duas Cabeças.
Exu Gato preto é um Exú muito alegre e muito gentil. Solícito e muito brincalhão 
Gosta de vir na gira dos Malandros comandadas por Seu Zé Pelintra. Sempre sorrindo e dançando gosta de ficar perto das moças, ( Pombo giras) gosta de cantar e fuma cigarro, só trabalha com charuto em casos muito particulares. 
Ele passa uma energia alegre e cheia de malandragem. Gosta de uma cerveja e uma boa aguardente.  Um Exu muito carismático e que sempre tem um Gato Preto perto dele.  
Ele trabalha com outros Exus como Seu Exu Pantera Negra e Exu Meia Noite. 

João Caveira – José Caveira – João Catacumba – José Catacumba – Os Cavaleiros do Campo Santo!

No Cemitério existem muitos Exus e Pombo giras trabalhando, pois é um local de grande concentração de fluidos vitais.
Nesse local, existem quatro Exus que atuam incansavelmente: guardando os portões do Cemitério, seu Cruzeiro, seus túmulos e seus trabalhadores. Eles também impedem ataques dos vampiros espirituais (seres que se alimentam dos restos da energia vital dos desencarnados). 
Muitas pessoas, ao morrerem, não são desligadas de seu corpo carnal pelos Socorristas Espirituais, pois tiveram uma vida cheia de tropeços. Essas pessoas chegam aos cemitérios presos à matéria de seu corpo. Ao serem desligados dos despojos carnais, essas almas liberam o restante da energia vital que lhes resta, atraindo, assim, seres que se alimentam dessa energia.
Espíritos de pessoas de bem, são imediatamente desligados após a morte e levados ao Plano Espiritual pelos socorristas. Espíritos de pessoas com débitos pendentes permanecem presos à matéria. Espíritos de pessoas malignas, que causaram grande mal à humanidade, são imediatamente carregados por aqueles que lhes cobram as dívidas. Pessoas que não entendem ou não aceitam a morte também ficam presas à matéria carnal. Nesse momento, a ação dos Exus e Pombo giras se faz necessária, pois muitos desencarnados se tornam “banquete” desses seres enlouquecidos. Portanto, o Campo Santo é um local de muita reserva energética para os seres trevosos, devendo ser protegido para evitar o mau uso dessa energia. 
Os Senhores João Caveira e José Caveira guardam os portões da Cidade dos Mortos e conferem a entrada e a saída de todos os seus visitantes carnais ou espirituais. Também são eles que fazem uma varredura constante no Cemitério para mantê-lo em perfeita ordem e funcionamento. 
Os Senhores João Catacumba e José Catacumba são responsáveis por recolher os despojos espirituais daqueles que ficaram presos à matéria e encaminhá-los devidamente ao local onde deverão ser atendidos. Também são eles que atuam junto aos espíritos em débito com a lei: ladrões, assassinos, suicidas, violentadores, etc.
Ao entrar no cemitério devemos saudar esses Exus e ao sair devemos agradecer, para que nossa visita seja tranquila e nossa partida também.

Exu Gererê

Exu Gererê  é um Exú pouco conhecido, apresenta-se sempre com uma armadura, carregando um tridente e uma espada, porém confundido com Exu Ganga, que por sua vez, é por demais conhecido dentro das giras Umbandistas e Quimbandistas, e é este Exu, elemento desta forte e perigosa linha da Quimbanda.
Os espíritos que são os componentes desta linha são exímios entendidos na pratica da magia, seja astral, seja natural ou qualquer outra forma ou modalidade a eles requisitados. Sua atuação principal é dentro da magia vodu, muito conhecida a nível superficial, sendo esta modalidade da magia, ensinada a pouquíssimos iniciados, haja vista sua complexidade, sua extrema e perigosíssima eficiência, que em mãos erradas podem resultar grandes e as vezes irreversíveis conseqüências, tanto ao operador quanto a infeliz vítima. 
Deixo claro que a magia vodu pode ser amplamente requisitada e usada para fins maléficos, na qual obtém resultados rápidos e por demais eficientes, contudo a magia vodu também, e deveria assim ser, utilizada para fins benéficos e virtuosos. Os espíritos que se apresentam dentro desta linha são denominados vulgarmente de “Gangas”. Este fato é existente pelo pouco conhecimento que se tem que o chefe desta linha é Exu Gererê. São os elementos desta linha:
Exús
Exu Quebra Galho
Exu Sete Cruzes
Exu Gira Mundo
Exu dos Cemitérios
Exu da Capa Preta
Exu Curador
Exu Ganga

 

Exú 7 Buracos

 

Muita gente confunde o Exu Sete Buracos com o Exu Sete Covas, mas uma entidade não tem nada a ver com a outra.

 

Enquanto o Sete Covas ampara os espíritos dos mortos, o Sete Buracos ajuda os vivos a saírem do buraco financeiro.

 

Mas, atenção: um olho no peixe e outro no gato ao lidar com o Sete Buracos!

 

Porque assim como esse compadre ajuda a desatolar as pessoas da desgraça financeira, ele também pode ajudar a enterrá-las naquele mesmo lodaçal.

 

Uma coisa é algum negócio ir mal de vez em quando, o que é absolutamente normal. Outra, bem diferente, é tudo estar virado na breca durante todo tempo.

 

Nesses casos há grandes possibilidades do Sete Buracos estar agindo na contramão.

Exú das Matas

Exu das Matas  chefiado por Exu Rei das Matas. Comanda todos os Exus que trabalham no verde ou locais que tenham árvores (à não ser de cemitérios, pois pertence a outro reino). Líder de falange, trabalha tanto para Oxóssi como para Ossâim. Tem seu ponto de força firmado em matas fechadas ou à beira de lago circulado por verde. Quando ele está incorporado observa tudo a sua volta, costuma falar mais do que ouve pois já observou a pessoa que irá conversar. 

É muito evidente o seu extinto de caçador, mostra-se muito ágil quando incorporado lembrando jovens índios caçadores, porém ao falar nos passa a impressão de ser um velho sábio, assim como um grande Pajé. Exu das Matas é conhecedor dos mistérios das ervas, raízes, sementes, folhas, flores e frutos. Costuma ensinar o preparo dos banhos, chás, pós, óleos para a cura da alma e do corpo. 

Exige dos seus filhos o estudo religioso, a disciplina e o respeito com o próximo, pois costuma dizer que nada adianta a entidade ter o conhecimento se o cavalo esta despreparado como ser humano e como médium para auxiliar. Não admite traição e mentiras. Agora, não se esqueça de pedir licença quando adentrar a Mata de Oxossi, pois ela tem um Guardão. 

Laroiê, Exu das Matas! Ê Mogibá! Eu te saúdo, Exu das Matas! 

Ao Poder Exu Caveira: Um Brinde a Morte!

Pelo seu sorriso que encanta e acalenta o final de todos os ciclos.
Pelo seu toque, que cria condições para que tudo possa renascer.
Pela doçura do medo que desperta em todos aqueles que se iludem com o ato de viver.
Pela oportunidade que ecoa da escuridão do seu manto ébano.
Neste momento, presente e sublime, erguemos o cálice da consciência, brindando a morte!

Pela morte de todos os nossos vícios: emocionais, mentais, espirituais, condicionais, sociais e materiais. Sejam eles de ordem química ou energética.

Um brinde!

Pela morte de tudo aquilo que atenta contra a nossa vida e a de nossos semelhantes: as magias negras, os bruxedos, as feitiçarias, as maldições, as amarrações, os envultamentos, os cruzamentos, as fofocas, as dissimulações, as traições e as maledicências.

Um brinde!

Pela morte de todos os processos religiosos, espirituais e mediúnicos que são distorcidos, engessados e manipulados contra a humanidade.

Um brinde!

Pela morte de toda violência, física e espiritual que é propagada pelo mundo.

Um brinde!

Pela morte dos desajustados, desequilibrados, insanos, corruptos, manipuladores e enganadores, que usam do caminho espiritual e religioso para lubridiar, atormentar, tomar e corromper aqueles que buscam ajuda e conforto espiritual.

Um brinde!

Pela morte de todos os impulsos, reações e reatividades, daqueles que atentam contra a vida ainda no ventre materno.

Um brinde!

Pela morte da covardia, da ignorância e do ódio gerado e colhido dentro do seio familiar.

Um brinde!

E após o sétimo brinde, ofertado ao poder de Exu Caveira, que a morte possa se instalar e se propagar em nossas vidas, paralisando os nossos bloqueios, os ressentimentos, as amarguras, as frustrações, as depressões e as inquietações.

Fazendo com que a nossa sombra interior seja lapidada, afinando o nosso ego, gastando o nosso orgulho e ceifando a vaidade desenfreada.

Que o Senhor da Morte reine absoluto em nossos caminhos, nos mostrando o verdadeiro sentido da Vida!

Fonte: por Vander Augusto

Previous Older Entries

Orixás e entidades da Umbanda e do Candomblé.

O conhecimento da religião dos Orixás, mostrando lendas, curiosidades e mistérios da nossa religião.

Umbanda de Caboclos, Boiadeiros, Pretos Velhos, Marinheiros e todo o seu mistério

O conhecimento da religião dos Orixás, mostrando lendas, curiosidades e mistérios da nossa religião.

Ciganos, suas origens e seus mistérios.

O conhecimento da religião dos Orixás, mostrando lendas, curiosidades e mistérios da nossa religião.

Mestre Zé Pilintra

O conhecimento da religião dos Orixás, mostrando lendas, curiosidades e mistérios da nossa religião.

Rainha Maria Padilha, Exús e Pombo Giras

O conhecimento da religião dos Orixás, mostrando lendas, curiosidades e mistérios da nossa religião.

Lendas, Mistérios e Curiosidades da Religião Afro

O conhecimento da religião dos Orixás, mostrando lendas, curiosidades e mistérios da nossa religião.

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 394 outros seguidores

%d bloggers like this: