Banhos de Vitalização (Ervas)

As principais finalidades do banho de ervas são: imantação, reenergização e harmonização.
Após o banho de sal grosso é indicado o banho de ervas, que imanta a aura do paciente de energias positivas.
Como foi dito pelo amigo preto-velho, não existe a melhor erva para se tomar banho, assim, o artigo contém mais de um planta para facilitar a localização.
É claro que existem características específicas de cada planta, ou seja, podem existir ervas que são mais indicadas para determinados casos e menos para outros, contudo, isso foge ao escopo do artigo e segundo nosso amigo, para a função principal que é vitalizar, todas se ajustam muito bem.
Primeiro vamos mostrar como se prepara o banho de ervas e depois falaremos sobre as seguintes ervas: Guiné, Rosa Branca, Arruda e Manjericão.
 

 Preparação

Colocar a planta ou flor (no caso da rosa branca) que será utilizada na panela para ferver. ELA DEVE SER FERVIDA JUNTO COM A ÁGUA.
É importante que a panela esteja TAMPADA. Se ela ficar destampada, alguns elementos importantes volatilizam e se perdem.
Essa forma de preparo libera os óleos essenciais, sendo diferente da preparação de chá por infusão, onde se ferve a água e depois se coloca a planta. Não confundam!!
 
Para arruda, guiné e manjericão basta utilizar um galho da planta.
No caso da rosa branca deve-se utilizar três rosas. NÃO UTILIZAR OS GALHOS, somente a flor. Não é necessário tirar pétala por pétala.
As plantas TÊM QUE SER FRESCAS. Não adianta comprar ervas secas ou armazená-las secas. As plantas secas servem para o preparo de chá, contudo, não servem para os banhos.

Esperar a água chegar a uma temperatura agradável para tomar o banho e cuidado para não se queimar!

 

 O Banho

O modo do banho vai depender da planta

– Rosa Branca – Deve-se tomar o banho de sal grosso e logo após tomar o banho de rosa branca. Pode-se molhar a cabeça com o preparado extraído da rosa branca.

 

 

– Arruda e Guiné – Quando se toma banho dessas duas plantas não é necessário o banho de sal grosso. Como será visto, elas têm a propriedade de transmutar as energias, ou seja, elas absorvem as energias negativas e imantam de energia positiva. O banho de arruda e guiné deve ser tomado do ombro para baixo. NÃO MOLHAR A CABEÇA.

 

– Manjericão – O Banho de Manjericão deve ser tomado após o banho de sal grosso e, de forma análoga ao banho de arruda e guiné, só deve ser tomado dos ombros para baixo.

 O Banho de Arruda

 

Os óleos essenciais liberados pela arruda durante a preparação do banho liberam um odor que “incomoda” os obsessores. Além de limpar e imantar a aura ela também ajuda o paciente a se desvencilhar “temporariamente” do obsessor. A permanência desse afastamento vai depender muito mais do padrão vibratório do que dos banhos tomados.
Lembrem-se, os banhos são ferramentas de auxílio, não são a solução dos problemas espirituais. O banho de arruda tem três funções principais: Limpeza, Vitalização e Afastamento de Obsessores.

 O Banho de Guiné

O banho de guiné é mais potente que a Arruda no sentido de transmutar as energias negativas em positivas. As duas plantas alcançam o seu objetivo, ou seja, trazem o benefício ao paciente, contudo, a guiné possui elementos mais concentrados para esse tipo de serviço.

 

 O Banho de Rosa Branca

 

A principal função do banho de rosas brancas é a vitalização.
Esse banho é uma benção!!!
Lembrem-se que o banho de rosa branca é o único citado nesse artigo que permite molhar a cabeça.
 

 O Banho de Manjericão

 

O manjericão é uma erva poderosíssima para vitalização, tanto que na Umbanda ela é utilizada para vitalizar as guias dos médiuns (aqueles “colares” que os irmãos da Umbanda utilizam).
 

 Conclusão

Todos os banhos que vimos trazem benefícios, por isso não fique preocupado com qual planta deve ser utilizada. Acredite na sua intuição na hora de comprar e abra seu coração para esse maravilhoso arsenal de energias doadas pela natureza.
 
A dúvida para escolher a melhor planta e o pensamento fixo em encontrar “a melhor” erva para o seu caso pode atrapalhar todo o tratamento.

Como comprar as ervas e o Sal Grosso

O sal grosso vendido normalmente nas lojas possui anti-umidificante. Essas substâncias tornam o sal menos puro, contudo, não invalidam o tratamento.
Casas de artigos religiosos, principalmente de Umbanda, vendem um sal menos modificado, que vem em pedras maiores.
As ervas devem ser frescas! Não adianta utilizar ervas secas!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Orixás e entidades da Umbanda e do Candomblé.

O conhecimento da religião dos Orixás, mostrando lendas, curiosidades e mistérios da nossa religião.

Umbanda de Caboclos, Boiadeiros, Pretos Velhos, Marinheiros e todo o seu mistério

O conhecimento da religião dos Orixás, mostrando lendas, curiosidades e mistérios da nossa religião.

Ciganos, suas origens e seus mistérios.

O conhecimento da religião dos Orixás, mostrando lendas, curiosidades e mistérios da nossa religião.

Mestre Zé Pilintra

O conhecimento da religião dos Orixás, mostrando lendas, curiosidades e mistérios da nossa religião.

Rainha Maria Padilha, Exús e Pombo Giras

O conhecimento da religião dos Orixás, mostrando lendas, curiosidades e mistérios da nossa religião.

Lendas, Mistérios e Curiosidades da Religião Afro

O conhecimento da religião dos Orixás, mostrando lendas, curiosidades e mistérios da nossa religião.

%d bloggers like this: