A Lua

A LUA

Quando os ciganos vão ao seu santuário, perto de Arles na Provença, onde festejam também as “Santas Marias do Mar”, Madalena, Jacobé e Salomé, sempre o fazem em tempo propício. A Lua cheia, ou a nova, ou a minguante, ou ainda a crescente, importa para a realização de trabalhos mágicos. Pois, para os ciganos, a Lua é a maga do Zodíaco.
Quando os vi pela primeira vez era noite de Lua cheia e dançavam num bródio, comezaina para festejar um gade. Eles me aceitaram, única pessoa ali que não era gajo, nem manuche. Eu, então uma menina, fui aos poucos colhendo os frutos de suas vidas e de suas crenças. A primeira que aprendi foi sobre a força da Lua, sua influência em nossa vida, seu valor mágico.
A Lua, como nosso mais próximo vizinho sideral, está a uma distancia média de 382.000 km do centro do nosso planeta. Assim, ela é a nossa influência mais próxima. Faz uma volta completa em torno da Terra em pouco mais de 27 dias. Em virtude da posição relativa dos três astros, Lua, Terra e Sol, surgem os vários aspectos: Lua nova, Quarto crescente, Lua cheia, Quarto minguante. Metade da Lua permanece sempre obscura. Assim, para os ciganos, ela tem uma parte sempre oculta, reservada, uma grande incógnita. Logo, é como uma sacerdotisa, uma pítia, uma maga que se encobre em mantos no Zodíaco. Tem uma parte sempre secreta, como os magos. Também muda em quatro fases, como são os elementos da magia: terra, ar, água e fogo. Ela tem uma luz que não lhe pertence, é a luz solar refletida em si e assim, ela como as forças da
Magia existem sempre através de uma força maior que domina o mago. A Lua é feminina e foi adorada como Isis, no Egito; Carmona, Vênus, Afrodite (Grécia e Roma), e pana os ciganos ela é Sara, a maga, a mãe, o útero, o óvulo, tudo que é feminino.
Assim, se os ciganos desejam fazer um feitiço sempre observam em que fase a Lua está. Acreditam que as pessoas cujo signo tem a influência lunar são místicas, falsas, megeras, poderosas ou produtivas.
Já as que têm a influência do Sol são fortes, lutadoras, capazes, dotadas de magnetismo animal, perigosas e idealistas. O Sol, como a estrela mais próxima da Terra, é a única de nosso sistema planetário que faz com que as pessoas por ele influenciadas sejam únicas, dominadoras e façam com que os outros girem sempre á sua volta. Ele domina os planetas e os asteróides ao seu redor. Ou seja: Mercúrio, Vênus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano, Netuno, Plutão e os asteróides Ceres, Palas, Vesta.
Outros satélites como a Lua e os meteoritos. Assim, todos os que têm no Sol a maior influência planetária são o centro de tudo à sua volta.
São também quentes e alegres, pois o Sol é fonte de energia e vida para tudo e todos. Em magia, o homem é simbolizado pelo Sol e a mulher pela Lua. Mas, como me ensinou Runhol naquela festa de casamento, “há mulheres que são mais solares do que seus homens. Outras têm uma boa carga de Sol em suas vidas, mas não deixam que o Sol domine sua Lua, tornando-as agressivas. Outras nem sabem disso e se tomam fêmeas rabugentas, orgulhosas, egoístas e até estéreis, o que uma manuche nunca pode ser, pois os filhos são a grande herança do casal e da tribo. Uma cigana nunca deve ter menos de cinco ou seis filhos. Quanto mais melhor”, falou o velho cigano Runhol aquela menina que foi vê-lo pela primeira vez.
Hoje, como dirigente do “Templo de Magia Cigana”, jogo cartas como as manuches, leio a sorte como os gitanos, conheço-os e aprendi que em toda a parte há gente boa e má, solar ou lunar, dependendo não da cor da pele, da origem, mas da sensibilidade, vivência e fraternidade que cada um possui. Cultura semsensibilidade se torna árida. Amor sem sexo, incompleto; desejo sem luta, irrealizável.
Assim como a Lua influi em nós mulheres e nas colheitas, ela também influi em nosso físico. Assim, para que os cabelos cresçam, as manuches só os aparam em Lua cheia. Um noivado ou casamento sempre se faz na Lua cheia. Um passeio, para restituir a saúde, só em dia de Sol. E um bom trabalho de amarração, para dominar de novo alguém que ande esfriando, requer tempo de Lua cheia.
Muitas destas palavras que citei acima são do dialeto cigano, assim um homem cigano é um gadjé e um gajão ou gajo é um não cigano. Uma mulher é manuche (quando cigana) e gavina quando não zíngara. Um feiticeiro é um kaku, espécie de xamã de toda a tribo. Uma mulher que domine a tribo é a mãe-de-tribo. E dinheiro, um dos maiores amores dos ciganos, é lovés. De hábitos errantes, eles hoje se fixam. Muitos estão na Itália, tziganes; na Alemanha são chamados zigeuner, e gitanos na Espanha.
Na força do Sol e na força da Lua que eu possa contar um pouco de suas tradições secretas, em meio a vozes afinadas, que soam nas noites claras de luar nas festas e bródios gitanos.
Anúncios

2 comentários (+add yours?)

  1. lista de email
    Ago 22, 2012 @ 10:53:16

    if you write more posts like it, i will be definitely following them. lista de email lista de email lista de email lista de email lista de email

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Orixás e entidades da Umbanda e do Candomblé.

O conhecimento da religião dos Orixás, mostrando lendas, curiosidades e mistérios da nossa religião.

Umbanda de Caboclos, Boiadeiros, Pretos Velhos, Marinheiros e todo o seu mistério

O conhecimento da religião dos Orixás, mostrando lendas, curiosidades e mistérios da nossa religião.

Ciganos, suas origens e seus mistérios.

O conhecimento da religião dos Orixás, mostrando lendas, curiosidades e mistérios da nossa religião.

Mestre Zé Pilintra

O conhecimento da religião dos Orixás, mostrando lendas, curiosidades e mistérios da nossa religião.

Rainha Maria Padilha, Exús e Pombo Giras

O conhecimento da religião dos Orixás, mostrando lendas, curiosidades e mistérios da nossa religião.

Lendas, Mistérios e Curiosidades da Religião Afro

O conhecimento da religião dos Orixás, mostrando lendas, curiosidades e mistérios da nossa religião.

%d bloggers like this: