A BOLA DE CRISTAL

Ela mostra o futuro e abre as portas da sua mente…”

As bolas de cristal são instrumentos realmente poderosos. Muitas pessoas podem acreditar que a figura de uma mulher bonita em trajes ciganos, que olha para um cristal e vê imagens, é apenas mais um dos mitos em torno do povo cigano. Mas a verdade é uma só: as bolas de cristal existem e são um oráculo muito difundido na cultura cigana.
É um instrumento das artes adivinhatórias, muito popular entre os videntes.

PARA DECIFRAR AS IMAGENS, EXISTEM ALGUNS SINAIS. CONFIRA:

 

 

*As cores, quanto mais fortes, têm significados mais intensos. Branco indica uma ajuda que está por vir. O preto representa situações desagradáveis. As tonalidades vermelho e azul significam momentos de harmonia e felicidade. Mudanças positivas estão presentes nos sinais laranja, amarela e verde.
 
 
*Nuvens seguindo para cima, altas, é porque bons acontecimentos estão a caminho. Nuvens baixas representam planos que vão se realizar. Nuvens que caminham para a direita são indícios de ajuda espiritual, e para a esquerda, um aviso para que você escolha outro dia para usar a bola de cristal.
 
 
*Os raios que aparecem com muita freqüência anunciam mudanças que estão para acontecer.
 
 
*Bolinhas são um aviso para que tenha cautela com o perigo.
A bola de cristal é o exemplo mais antigo e divulgado da utilização das propriedades especiais dos cristais.
 
É conhecido que as bolas de cristal, feitas de diferentes pedras e tamanhos foram encontradas em todas as culturas humanas estudadas: Antigo Egito, Grécia, Roma, Creta, Síria, Ilhas Britânicas, França, Alemanha, Peru, Japão, Austrália, Sibéria, Turquia, América do Norte e América do Sul.
 
Na América do Sul as culturas que seguiam as antigas tradições maias e incas usavam pedras parecidas com o vidro para prever o futuro. No Leste, as bolas de cristal eram conhecidas como «as janelas dos deuses». Na Índia acredita-se que a pessoa que olhe para uma bola de cristal desenvolve o seu «eu» interior.
 
As bolas de cristal de hoje em dia são na sua maior parte feitas de quartzo puro, de forma que cristal e quartzo se tornaram sinônimos.
É importante lembrar que, apesar do termo «bola de cristal», muitos destes objetos não são bolas esféricas. Podem aparecer sob a forma de ovos, pratos, espelhos, estátuas, crânios, pulsos e corações.
 
As bolas redondas de cristal são preferíveis às outras formas. Um cristal maior é preferível a um mais pequeno. Contudo, o principal fator determinante da qualidade da bola de cristal é a claridade do cristal. Cristais perfeitos com o tamanho de um pulso e a máxima claridade são objetos valiosos.
 

O primeiro requisito para usar uma bola de cristal é entrar em profundo relaxamento. Neste estado, agarre a bola com as duas mãos e volte-a lentamente enquanto a fixa. Enquanto fixa a visão, deverá também focar os seus pensamentos para dentro da bola. Tente levá-los para o interior da bola. Nesta fase, quase bloqueia o corpo e os seus sentidos para agir unicamente ao nível do espírito, alma e sexto sentido. Se conseguir chegar a esta fase, terá conseguido abrir um canal astral entre o seu «eu» interior e a bola de cristal.

A energia absorvida do universo pela bola de cristal começa a passar para si. Subitamente consegue ver, ouvir e saber coisas que parecem gravadas a tinta na bola de cristal. Vê as coisas como se elas estivessem no centro da bola.

Como muitos pensam, a Bola de Cristal não faz parte da cultura cigana, mas o cigano a agregou como oráculo de clarividência e predestinação.
A Bola de Cristal vem do antigo oriente, várias civilizações a usavam, ate no mundo Árabe antigo.
A Bola de Cristal deve ser do mais puro e refinado cristal.

Os quatro elementos

Os Ciganos trabalham com os quatro elementos da natureza:

terra, água, ar e fogo.

O ELEMENTO TERRA

Eles distinguem cada pedra e têm o conhecimento sobre elas, e assim manipulam o elemento terra. Cada pedra tem um porque de ser usada e uma necessidade. Quando é pedido para que passem a pedra em alguma parte do seu corpo ou para que a segurem, vocês estão se descarregando ou até mesmo se energizando, depende do trabalho que está sendo realizado. É na terra que se encontra firmeza para enfrentar a vida, resgatar Karma e continuar o caminhar.

O ELEMENTO ÁGUA

Podem utilizar copos ou taças com água. Através da água conseguem ver se não há maldade no que esta sendo pedido. Enxergam se há pureza no coração de cada um, pois a água serve de espelho, espelho esse que reflete o que tem dentro de cada um de vocês.
Conseguem ver com clareza o que foi feito por cada um e o por que de estarem colhendo o que não querem colher.

O ELEMENTO AR E FOGO

Podem utilizar o cigarro e com ele estar manipulando dois elementos, o ar e o fogo. O fogo muitas vezes é usado para queimar invejas, miasmas, larvas e cascões astrais.
A fumaça quando é direcionada ao consulente serve para envolvê-lo numa cortina para que naquele momento os obsessores sejam confundidos e tenham a visão obnubilada e fiquem desorientados, procurando o consulente. Assim torna-se mais fácil ao sistema de defesa da Casa (através dos guardiões) resgatá-los e afastá-los.
Nem sempre esses elementos são usados de uma só vez, que não precisamos diretamente dos mesmos, podemos plasmá-los perfeitamente usando o ectoplasma do médium.
Para um Cigano poder trabalhar em prol da caridade não é necessário um baralho, uma taça de vinho, ou qualquer outro elemento. Isso é mito. Eles podem usar e usam elementos da natureza em alguns trabalhos, entretanto, quando estão incorporados nos médiuns, a energia de trabalho e o próprio corpo do médium limitam a visão e o campo de ação da entidade.

Ciganos

Os mistérios desse povo nômade, ronda também as Giras de Umbanda. A presença dessas entidades é rara, mas quando chegam trazem com eles todos os mistérios da magia.

 
Mas não uma magia trabalhada apenas nas ervas e sim na destreza com que lidam com o astral, com seus punhais, suas cartas, bola de cristal, adivinhações, são verdadeiramente os “mágicos” da Umbanda, que em seus atendimentos conseguem hipnotizar seu consulente.
 
São sutis, delicados, amorosos, práticos. Gostam da dança embaladas pelos Banjos, da comida farta, gostam de reunir sua “Companhia” em volta de suas fogueiras, ou seja, gostam da fartura e da liberdade.
 
Não criam raiz, vão onde está a fortuna. Por não criar raízes, o povo cigano existe inclusive nos dias de hoje, em diversas partes do mundo. Na umbanda, se manifestam ciganos que são de origem oriental, como também ciganos de outras partes do mundo, inclusive brasileiros.
 
São especialistas em resolver problemas financeiros e também amorosos. Uma dica para que sempre haja fartura.: 
 
Pegue uma taça grande, e preencha ela com grãos de arroz, milho, sementes de girassol, folhas de louro, moedas douradas.
 
Depois de enfeitado acenda uma vela amarela ao lado do copo, e batize o copo com o nome de um (a) cigano(a), e peça que haja sempre muita fartura e muita riqueza em sua vida. E sempre que tiver moedas douradas, complete o copo. 
 
Um povo muito alegre e festeiro, são unidos e fieis , um cigano jamais mente para outro cigano, entre eles não existe traição. São unidos. Seria bom se todos fossem que nem os ciganos, sem traição, as pessoas viveriam melhor. 
 
Os  ciganos,  sempre estão estendendo as mãos para qualquer pessoa que precisar de uma ajuda deles. São amigos , são verdadeiros e justos Ajudam por que amam.   Cigano é vida , cigano é liberdade, é mistério. 
 
Ciganos tem sua própria religião que é a Liberdade, tem sua própria cultura, origem e tradição. Uma das tradição mais importante para eles é o casamento, o nascimento, o noivado, etc 
 
Os ciganos amam sua rainha Santa Sara Kali a deusa deles numa tsara gitana. Jamais pode começar uma festa sem primeiro fazer uma homenagem a Sara Kali pedindo paz, união , amor e proteção a todos. Que Santa Sara Kali abençõe a todos.
 
Optchá….

Cromoterapia

Cromoterapia

A TERAPIA QUE CURA ATRAVÉS DAS CORES

Cromoterapia é uma terapia que auxilia nos processos de ativação de células doentes, recuperando-as na verdade. Através dela, capturamos as cores da natureza para aplicá-las em nossos campos energéticos, recuperando assim o nosso bem-estar e nossa saúde. Ela visa restabelecer o equilíbrio-cor, restaurando assim a nossa aura possivelmente fragmentada, restabelecendo, portanto, o nosso equilíbrio físico, mental e espiritual.
 
É na verdade um método simples que, associado a outros procedimentos terapêuticos, pode contribuir para a restauração e manutenção da saúde de quaisquer seres vivos. Ela não é uma técnica de cura invasiva, caracterizando-se principalmente pelo seu aspecto harmonizador tanto do corpo físico quanto do emocional, mental e espiritual. Sua utilização, como forma de prevenção de doenças e restabelecimento de saúde, remonta aos tempos mais remotos.

 

Mas, ressalvo desde o início dessa explanação que a simples aplicação das cores num tratamento, mostra-se de ação muito fraca. A sua ação amplia-se positivamente se for aplicada como fruto da mente do Terapeuta, ou seja, falo aqui da intenção de cura por parte de quem a aplica, de forma invisível, agindo apenas no Astral. Essa é uma técnica também denominada de Cromoterapia Mental.
Para utilizarmos essa Terapia, assim como qualquer outra, é imprescindível interagirmos nesse processo burilando nossa intenção, esquecendo ao iniciarmos um trabalho terapêutico, completamente os nossos problemas pessoais e quaisquer assuntos que não digam respeito ao tratamento em questão, pois do contrário, não conseguimos a sintonia necessária com os Seres Especiais, que nos auxiliam em cada processo de cura que objetivemos. Sendo assim, o que vai determinar o êxito em qualquer tratamento que venhamos a participar é o nosso ajuste espiritual, junto ao nosso Eu Superior e concomitantemente aos Irmãos do Plano Maior.
 
Para que você tenha uma idéia aproximada de como funciona um processo de cura, segundo nosso querido e amado Mestre Ramatís, seja qual for a terapia vibracional que você venha a utilizar, de acordo com a intensidade de seu envolvimento nesse processo de cura, seja de uma pessoa, de um animal ou de qualquer ser vivente, forma-se sobre sua cabeça, uma pirâmide de cabeça para baixo.
A partir desse momento você começa a ser auxiliado por cinco Seres Angelicais da seguinte forma: imagine que nos quatro cantos da base dessa pirâmide, posicionem-se quatro desses cinco Seres Angelicais, os quais ali estão para absorverem e transformarem a energia cósmica em estado natural que nos circunda, em energia de cura, ou seja, o remédio que irá auxiliar na cura que tenhamos a intenção de promover e, imagine agora no ápice dessa pirâmide um quinto Ser Angelical, que não nos vê, mas que vibra em nossa sintonia de amor, ou seja, de acordo com a nossa intenção de auxiliar naquele processo de cura, de forma que na medida em que estejamos absolutamente concentrados em nosso paciente, esse Ser entre na sua frequência energética, emanando após metabolizada pelos outros quatro Seres Angelicais, a energia nas cores e na quantidade especificamente necessária por nosso paciente. Esse é o processo de funcionamento de qualquer Terapia Vibracional que conheçamos, seja o Reiki, a Cromoterapia ou qualquer outra.

Lembremos a todo instante que não somos seres humanos e sim espíritos, energia pensante, de forma que apenas positivando nossos pensamentos, atrairemos esses lindos seres que sempre estão à nossa disposição, os quais nos trazem na medida exata à necessidade do paciente, a energia na cor e quantidade que ele necessita. Nem mais nem menos.

Em contrapartida, na medida em que negativemos nossos pensamentos, atrairemos para nós seres densos, os quais vivem em regime de forças absolutamente negativas.
Cabe então dizer que nem sempre aquilo que emanamos é o que estará de fato entrando nos corpos sutis de nosso paciente, que estará sim recebendo na medida necessária àquilo que necessite, em termos de cor e de quantidade, na exata dimensão de seu merecimento.
Então cabe aqui uma pergunta… por que então devemos nos preocupar em estudar, em ler e compreender tanta coisa ao nosso redor?
 
A meu ver, é para podermos melhor interagir tanto com o nosso paciente tanto quanto com os médicos do espaço, e compreendermos o processo no qual estamos envolvidos, lembrando sempre que somos parte de um grupo, onde quem faz a maior parte do serviço num processo de cura é o plano espiritual e nós somos apenas parte disso. Aprendemos hoje a exteriorizar os milenares conhecimentos que trazemos adormecidos em nossos registros akáshicos, para um dia deixarmos de ser os assistidos e passarmos a ser os mentores de pessoas que estarão no estágio que hoje estamos.
Mais do que falar sobre cromoterapia, pois há muito material nesse sentido, é minha intenção com esse artigo, passar a quem de fato se interesse em sua própria cura e na de seu semelhante, algumas informações sobre como auxiliar num processo de cura utilizando as cores certas para cada disfunção. Para tanto relaciono logo mais a frente, uma série de disfunções e as sugestões de utilização das cores para cada uma delas.
Para nos utilizarmos da cromoterapia, o primeiro passo é pensarmos na cor e projetarmos essas frequências coloridas para os corpos sutis da pessoa que iremos tratar. Com isso fortaleceremos o seu perispírito e harmonizaremos sua aura. Através da cromoterapia limpamos também quaisquer ambientes.
 

ORDEM E APLICAÇÃO DAS CORES

O silêncio, a vibração mental positiva e a trajetória cumprida pelo foco de luz-cor completam o quadro de atitudes a serem observadas.
 
1) Aplique sobre o paciente, por todos os chakras, a cor verde para higienizar; após, azul-clara, como calmante; por fim, amarelo, como força vital.
 
2) Efetuada a primeira etapa, passe a aplicar em cada chakra a cor que lhe é predominante. Exemplo: no Básico: vermelho. Lembrando que não existem duas pessoas que vibrem na mesma cor nunca e, que tudo o que aqui está á absolutamente teórico. Imagine para tanto o chakra básico da Madre Tereza de Calcutá e a seguir o chakra básico de uma pessoa absolutamente presa à vida material. Serão tons absolutamente equidistantes, mas a predominância será sempre do vermelho embora dentro de infinitos matizes.
 
3) Finda a segunda etapa, deve-se aplicar a luz Crística (branco-prateado). Sempre comece aplicando as cores dos chakras pelo: Básico, Umbilical, Plexo Solar, Cardíaco, Laríngeo, Frontal e Coronário.
 

PASSE CROMOTERÁPICO DE LIMPEZA

Devemos ter o cuidado de alertar o paciente, quanto à possibilidade dele sentir uma ardência sobre a pele, quando está recebendo a energia da cor em aplicação naquele momento, em virtude de um processo de saturação do campo celular.
Usa-se nesse caso o Passe Cromoterápico de Limpeza, que deve ser aplicado bem junto à pele do paciente, com a mão direita, fazendo o movimento circular no sentido horário, em todos os chakras, iniciando no Básico, jogando-se a energia retirada para fora de cada volta. A cor aplicada em todos os chakras é a verde e, após, a azul.

FUNÇÃO DE CADA COR NA SINTONIA DOS CHAKRAS

Raios Vermelhos: controlam o chakra básico, liberam adrenalina no sangue, aumentam a temperatura do corpo, revigoram a circulação, dissipam apatia e indolência, eficazes no tratamento da paralisia, dissipam sentimentos de incapacidade e limitação, revigoram força de vontade e coragem, aumentam a fé.
 
Cor Vermelha: cor quente, relacionada ao 1º chakra, estimula o sangue, dá mais vitalidade e atividade. Utilizada, entre outros, em casos de anemia e baixa de energia vital. O excesso pode conduzir à irritabilidade, insônia, hipertensão, tendo outras contra-indicações.
 
É a cor do sangue e simboliza a vida, o calor, a divindade e o oculto. Corresponde também ao egoísmo e ao ódio. Psicologicamente, o vermelho representa o impulso sexual, o desejo amoroso e a paixão. O vermelho é uma cor que tanto espanta como aproxima; é a cor do perigo. A cor vermelha é a cor do rubi e da granada (pedras).
 
O vermelho vivo, cor de sangue, é benéfico, é a cor do desejo; o vermelho no corpo emocional (na aura) do homem não evoluído é excitante. Para o trabalho de cura empregamos o rubi, no qual há mistura de azul. 
 
O tom rosa que é a mistura do rubi e branco é empregado para harmonização. A cor rubi é grande energético, tem efeito vitalizante, estimulante, excitante.
Fortalece o sangue, melhora a circulação, elimina e previne a anemia, debilidade física, deficiência circulatória, resfriado, paralisia parcial ou total, eleva a temperatura. A cor rubi controla e estimula o chakra básico.
Quando se sentir cansado, desanimado, precisando de energia, use roupa dessa cor para eliminar a depressão.
Espiritualmente o rubi fortalece o poder da vontade, supera a covardia. Quando usar luz vermelha para banho, usar em seguida a luz azul ou verde para neutralizar efeitos psicológicos irritantes.
Doenças Tratadas: Anemia, asma, bronquite, pouca tonicidade muscular, deficiência de ferro, debilidade física, doenças do sangue, (circulação deficiente), indiferença, melancolia, frio (sem febre), paralisia, pneumonia, prisão de ventre, tuberculose.
Estados Psicológicos: Crise de identidade, medo, remorso, reserva, timidez, tormento, inferioridade, agressividade, impaciência, intolerância, orgulho, auto-opressão e competitividade.
 
A Cor nas Roupas: Vista vermelho quando precisar de coragem, força e vontade. Quando sentir necessidade de atrair alguém. É um estímulo sexual e é muito atraente. É aconselhável usar em casos de depressão, impotência sexual e insuficiência cardíaca. Não é aconselhável para quem tem pressão alta.
 
Raios Laranja: controlam o chakra umbilical, combinam energia física com sabedoria, combatem tendências, retardamento mental, transmutam entre natureza inferior e mais elevada, aquecem e alegram a criatura, para inflamação renal, bronquite, pulmões (catarro), e mal de gota, para reumatismos.
 
Cor Laranja: Cor quente, relacionada ao 2º chakra, significa expansão e extroversão, possui um efeito estimulante e representa alegria quente e aberta. O excesso conduz à confusão, aumento do desejo por alimentos e sexualidade, além de outros prejuízos.
 
Alma Humana. Uma cor que anima os atos e atrai muito sucesso. É a cor da felicidade e de novos empreendimentos. É bom usá-la quando se está procurando emprego. Produz uma sensação de leveza e desinibição. Alaranjado é a cor da cornalina (pedra).
É uma cor equilibrante, combinação do amarelo e do vermelho, tendo efeito sobre o físico (vermelho) e sobre o intelecto (amarelo). Sua energia estimula os nervos, anemia, representa a alegria de viver. A cor laranja tem ação fortalecedora sobre as funções mentais e corporais, aumenta a energia física, dissipando depressões, desânimo. Estimula a ação do corpo etérico, aumenta o fluxo do prana no organismo, induz à iluminação mental, fortalece a vontade, estimula os que sofrem debilidade mental, insegurança, falta de coragem. É Tônico, regenerador.
Enfermidades que melhoram com o raio cor laranja: bronquite tosse, asma crônica, reumatismo crônico, debilidade mental e física, epilepsia, depressões, desmaio, inflamação dos rins, falta de menstruação. Diminui a inflamação e elimina cálculos, hemorróidas. Na cabeça equilibra o cérebro. No caso de epilepsia evita as crises. É a cor usada também para emagrecer. Tomar laranja e comer a fruta.
Doenças Tratadas: Asma, bronquite, cálculo biliar, cansaço mental, reumatismo, rins, epilepsia, gota, espasmos musculares, câimbras, cólicas, tireóide, resfriados, problemas respiratórios, menstruação (interrupção), desequilíbrios hormonais, exposição à poluentes, toxinas e venenos ambientais. Tumores malignos e benignos – nestes casos, mesclar com violeta e púrpura.
Estados Psicológicos: Possessividade, ganância, acúmulo de coisas, medo de perdas, da fome, da pobreza, do abandono, confusão das relações, hostilidade, ciúme, inveja, solidão, ódio, ressentimento, sentimento de ser negligenciado ou não apreciável, constrangimento e medo da velhice.
A Cor nas Roupas: Vista alaranjado para obter sucesso monetário.
 
Raios Amarelos: estimulam o chakra do Plexo Solar, controlam o sistema nervoso, para distúrbios de ordem digestiva e cerebral, estimulam a atividade mental.
 
COR AMARELA: Cor quente, relacionada ao 3º chakra, é alegre, claro; representa a mente desperta e a capacidade de análise, bem como a comunicação, a flexibilidade e o intercâmbio. Indicada para proporcionar clareza às correlações mentais, ordenar os pensamentos e melhorar a concentração. O excesso exagera o desejo de reconhecimento e de absorção, tanto física como mental. 
Ouro. É a cor das paixões depravadas, da riqueza e da tradição. Psicologicamente, é a cor da intuição simboliza a juventude e a audácia. Ajuda a comunicação e transmite alegria. Favorece as práticas espirituais. Aciona a capacidade mental, aumentando a sua imaginação, atraindo pessoas intelectuais. Não é indicado para pessoas imaturas e inseguras. A cor amarela é a cor do topázio e do citrino (pedra).
O amarelo simboliza o grau de perfeição: é luz, alegria, sabedoria, felicidade. Desperta e estimula as faculdades mentais, irradia alegria e otimismo, ajuda a dominar a depressão, afeta o sistema nervoso. É usada para tratamento de azia e flacidez, prisão de ventre, todos os problemas estomacais, indigestão, diabetes, doenças do fígado, doenças da pele, hemorróidas, lepra. É a cor da sabedoria, do intelecto, criatividade, raciocínio e espiritual.
Doenças Tratadas: Desordens no aparelho digestivo e urinário, alergias, problemas de pele, desequilíbrio da taxa glicêmica e problemas pancreáticos, baço, diabetes, eczema, esgotamento mental e depressão, fígado, flatulência, hemiplegia, hemorróidas, indigestão, paralisia, paraplegia (ciático).
Estados Psicológicos: Paranóia, apreensão, ansiedade, agitação mental, pensamentos obsessivos, falta de concentração, dúvida, lapso de memória, preconceito, falsidade, incerteza.
A Cor nas Roupas: Vista amarelo quando necessitar tonificar o sistema nervoso, para estimular a intuição e atrair dinheiro.
Raios Verdes: estimulam o chakra cardíaco, irradiam fraternidade, cor de equilíbrio do progresso mental e corporal, calmante do sistema nervoso, para tumores malignos, está no âmago da natureza e no âmago do corpo humano (coração).
 
COR VERDE: Cor neutra é a mais harmoniosa e mais calmante; está relacionada ao 4º chakra; significa crescimento terreno e representa as energias da natureza que dão estrutura e substância à vida; simboliza a esperança e a satisfação. É a mais importante cor de cura. O excesso pode amortecer a capacidade de sentimentos e o amor do coração, exagerando o interesse pelos bens materiais, como também, pode gerar cansaço físico e outras manifestações.
É a cor da saúde, da natureza, das matas, e das águas. Simboliza a regeneração espiritual, a esperança e os mistérios da iniciação. É a cor do conhecimento. Ligada ao Comando de Santa Esmeralda, que sustenta o 5º Raio, que o raio da cura. O verde aumenta a autoconfiança e a perseverança. É a cor da cura. Deve ser evitado por pessoas que se julguem superiores a outras; também não é indicado nos casos de cólica. Verde é a cor da esmeralda, ágata, malaquita e aventurina (pedras). O verde é a combinação do amarelo (sabedoria mental), e do azul (cor da verdade, espiritual). Representa equilíbrio, harmonia, serenidade. Cor agradável, refrescante, tranqüilizante, estimula e cura, confere sentimento de segurança.
Tem influência calmante sobre o sistema nervoso. O verde tem influência sobre: Problemas cardíacos, circulação, pressão sanguínea, úlceras, sífilis, dores de cabeça, restaura as pessoas cansadas, nervosas. É a cor do equilíbrio.
Doenças Tratadas: Exaustão, palpitação, taquicardia, ataque de pânico, asma, cólicas, doenças venéreas, erisipela, esgotamento, estimulação excessiva, hemorróidas, insônia, laringite, malária, sinusite, úlcera, sistema nervoso.
Estados Psicológicos: Desorientação devido a transições, euforia, oscilações extremas indo do êxtase ao desespero, sentimento de perda, separação, torpor, extrema sensibilidade emocional e pânico.
A Cor nas Roupas: Vista verde para ganhar presentes e diminuir seu stress.
 
Raios Rosa: cor do amor e do coração, ajudando-o a dar expressão aos sentimentos, relacionada ao 4º chakra; junta a pureza do branco à força do vermelho e, sendo a “oitava superior” do vermelho, as forças propulsoras instintivas são transformadas. O excesso estimula tendências ao fanatismo e ao delírio de fundo emocional, entre outras.
Amor: Rosa é a cor da sedução, da simpatia e atrai muita felicidade. Também é a cor da pureza e da fidelidade. Rosa é a cor do quartzo (pedra).
A Cor nas Roupas: Vista rosa para encontrar a felicidade e obter a simpatia.
Raios Azuis: controlam o chakra laríngeo, que é o centro da alta-expressão, o centro do poder do verbo, que se manifesta pela voz. cor da verdade, lealdade e responsabilidade, luz refrigerante e adstringente, para doenças da garganta, bócio, rouquidão, calmantes, promovem descontração, trazem serenidade e paz mental.
 
COR AZUL CELESTE: Azul, cor pacífica e relaxante que oferece paz e serenidade, ela elimina angústia e perturbações nervosas. O azul é um dos maiores anti-sépticos, sua luz é sedativa. A azul relaxa, dando paz à mente preocupada e inquieta. Cortes, queimaduras são aliviados com ele; é o antídoto contra envenenamentos, alivia todos os problemas da garganta, laringite, amidalite, inflamações, rouquidão, etc. Reduz febre, varicela, sarampo, reumatismo agudo, vômitos, diarreia, cólicas, insônia, dores em geral, doenças ovarianas, inflamações dos olhos, desordens nervosas.
Doenças Tratadas: Resposta imunológica reduzida, suscetibilidade a infecções vitais ou bacterianas, resfriados, coceiras, colapso, cólera, cólicas, coqueluche, dentes (inflamação), diarreia, disenteria, amidalites, febres, dor de cabeça, gastrite (1º amarelo, após o azul), catarata, icterícia, insônia, palpitação, pele, herpes e problemas semelhantes, queimaduras.
Estados Psicológicos: Bloqueio criativo, medo do sucesso ou fracasso, ausência de concentração criativa, desperdício de energia criativa, auto-reprovação, frustração e auto-coação, manipulação de mau uso da vontade criativa, ausência de fé, mágoa oculta ou reprimida.
A Cor nas Roupas: Vista azul para obter harmonia, paz e tranqüilidade.
Raios Índigo: relacionam-se com o chakra frontal, controladores da Glândula Pineal, governam a visão física e espiritual, removem obsessões, são os raios do Espírito Santo e, nesse caso, só suplantados pelos raios brancos; ampliam compreensão, afetando olhos, ouvidos e nariz, anestésicos, curam loucuras, alucinações, ilusões.

COR ÍNDIGO: Cor fria, relacionada ao 6º chakra, mais pura e profunda, corresponde à reserva e à introversão; representa a consciência superior e as profundezas da alma; simboliza a fidelidade, sendo indicada para concentração melhor na voz e percepção interiores. Estimula a terceira visão, ou visão quadridimensional, assim como fortalece o fluxo de energia entre a consciência, a subconsciência e a consciência superior. O excesso desacelera e obstrui a atividade dos pensamentos, pode provocar pesadelos e estimula a perda do senso de realidade terrena, entre outras coisas.

Espiritual. O azul está ligado a divindades, em todas as mitologias, assim como na religião mais antiga que se tem notícia: o hinduísmo. Na China, simboliza o Tao, o caminho sagrado. É a cor da verdade, da imortalidade, da fidelidade e da justiça. O azul ajuda a desenvolver a inteligência, transmite calma, propicia o equilíbrio emocional e é bom para a meditação. É a cor do infinito. Não é aconselhável para quem tem pressão baixa. Azul é a cor da água-marinha, do berilo e da solidalita (pedras).
A cor índigo tem a função de elevar a mente, vinculado ao que é artístico, belo, idealista. Serve para problemas dos olhos, inflamações dos ouvidos e no nariz, paralisia facial, enfermidade dos pulmões, asma, doenças nervosas, convulsões infantis, pneumonia, doenças mentais, obsessão e outras formas. É utilizado para anestesia e inflamações, para evitar a dor (não é hipnose). O Índigo é purificador da corrente sanguínea e da mente, controlas as correntes psíquicas dos corpos sutis. É recomendada para loucura, melancolia, manias, histeria e para acalmar estados de excitação.
Doenças Tratadas: Uso de drogas, dependência ou ânsia por qualquer coisa: comida, bebida, etc. Amidalite, apatia, apendicite, asma, bronquite, catarata, convulsões, doenças nos olhos, nariz e garganta, ouvidos, obsessões, paralisia facial, surdez (laranja, após o índigo), olfato, insanidade, hipertiroidismo.
 
Estados Psicológicos: Superioridade, manipulação, arrogância, indiferença, bebedeiras, vícios em geral, ganância e ressentimentos.
A Cor nas Roupas: Vista azul para obter harmonia, paz e tranqüilidade.
Raios Violeta: controlam o chakra coronário, alimento das células do cérebro superior que expandem o entendimento divino, estimulantes da intuição, inspiradores (artistas), para doenças inflamatórias dos nervos.
 
COR VIOLETA: Cor fria, relacionada ao 7º chakra, que representa transmutação energética, é uma cor artística e metafísica, correspondendo à alquimia e à magia; possui a freqüência de ondas mais curta; é vista como a cor da energia cósmica, da inspiração e da experiência espiritual. Além disso, tem a função de purificação física, emocional, mental e espiritual. O excesso pode provocar, entre outros sintomas, confusão mental e espiritual, levar à depressão e à alienação da vida.
Devoção e Energia. É a cor da verdade, do amor, da ternura e da doçura. Cor que atrai o sucesso intelectual. Na China, simboliza a morte. Violeta é também a cor das viúvas. Inspira a devoção, ajuda superar as carências afetivas, materialismo excessivo e controla os impulsos autodestrutivos. Violeta é a cor da ametista (pedra).
Cor benéfica para os nervos desgastados, tensão nervosa. Como o azul, a cor violeta acalma, alivia neuroses, liberta. O violeta é definido como o raio do poder, tendo associação com a realeza. O púrpura, como um rei, governa seu país, a cor violeta-púrpura, no trono central (Cabeça), governa a mente superior, o corpo, todas as células e tecidos. É utilizado na cura de enfermidades nervosas e mentais, doenças do couro cabeludo (Caspa, calvície), doenças ovarianas, reumatismo, tumores, doenças dos rins e bexiga, purifica e desintoxica o sangue. Usada como “contra retorno”. Envolver numa redoma de luz violeta.
Doenças Tratadas: Desordens no sistema nervoso, insônia, diminuição de visão, dores de cabeça, histeria, inquietação, perda de audição, catarata, gagueira, abalos, câimbras, ciático, crescimento dos ossos, desarranjos da bexiga, doenças do couro cabeludo, epilepsia, leucodermia, meningite, nevralgia, pele, perturbações mentais, perturbações nervosas, rins, tumores.
Estados Psicológicos: Sentimento de possessão ou ataque psíquico, desorientação, vulnerabilidade a formas, pensamentos negativos, fobias, paranóias, obsessão, depressão mórbida, medo de enlouquecer e irracionalidade.
A Cor nas Roupas: Vista violeta para buscar inspiração e imaginação no seu dia-a-dia.
 
Raios Brancos: síntese de todos os sete Raios, eles elevam e dinamizam qualquer raio isolado de cor. A título de comparação é como a eletricidade que flui para uma lâmpada colorida. Irradiação Divina do Pai do Cosmos. Luz da Consciência de Cristo, do Poder Supremo, da Pureza e da Perfeição. Poder primário de cura. Luz a união mental com a fonte da vida. Eles anulam todas as condições negativas da nossa consciência. Um verdadeiro Maná Divino, capaz de vitalizar cada coisa viva. Podem ser utilizados para potencializar a água, apenas por um esforço de poder da vontade. Curam pela fé.
 
COR BRANCA: Contém todas as cores, é claridade, pureza e iluminação; representa a inocência, a verdade e a integridade do mundo; simboliza o caminho e o esforço em direção à perfeição. É indicada para cura em geral, purificação e abertura à luz. O excesso pode levar à reações e excitações nervosas demasiadas fortes, da mesma forma que exagera a expressão da auto-imagem espiritual, entre outras consequências.
Representa pureza, paz e virtude. É o somatório de todas as cores. É usada para a limpeza da mente e da aura. Não aproxima o sucesso, podendo gerar indiferença. O branco é a cor do quartzo limpo (pedra). Simbolicamente, o branco é a ligação entre o passado e o futuro, tudo ou nada, é também considerado a cor da carência afetiva.
O branco não sendo um raio de cor, sendo antes uma reunião de todas as cores, penetrando no corpo doente, em forma de vibrações, vai ser transformado na cor necessária para a cura. O organismo, ao receber a luz branca, afasta as vibrações pesadas, sem luminosidade, que o órgão doente emana.
 

A Cor nas Roupas: Vista branco quando estiver necessitando de paz, calma e sentir necessidade de estar limpo e puro.

Raios Marrons: cor da terra e, assim, da segurança terrena, serve como base para o desenvolvimento das energias criadoras; é a cor da adaptação e da integração; está relacionada com o intercâmbio com a terra, levando a um aumento da firmeza. O excesso interfere, por exemplo, no desenvolvimento anímico-espiritual e inibe o desenvolvimento psicossomático.
Terra. É a cor do barro e da folhagem de outono. Desenvolve algumas qualidades, como a perseverança. Cor da materialidade, do amor infernal. O marrom transmite insegurança, atrai pensamentos e críticas negativas. Não é indicado para pessoas tímidas ou emocionalmente dependentes.
A Cor nas Roupas: É bom evitar usar roupas dessa cor.
 
Raios Pretos: Isolamento. É a escuridão que significa suspensão temporária da vida; atrai e absorve, sem liberar as próprias energias, propiciando uma completa proteção contra todas as influências (estranhas/externas e próprias/internas); indicados nos estados extremos de exaustão e desgaste psicossomático. O excesso atrai vibrações e influências negativas, levando à negação da vida, ao caos e à destruição.
É a ausência da luz e de cor, é o símbolo do erro e do mal. Mas significa também prudência, sabedoria e tristeza. Isola a inveja e outras energias. Cor indicada para pessoas que se sentem deprimidas. Preto é a cor do ônix, azurita e turmalina (pedras).
A Cor nas Roupas: Vista preto para obter elegância e afastar invejosos.
 
Existem infinitas outras tonalidades que podem ser indicadas a cada questão específica, tais como: limão, cinza, magenta, turquesa, prata e ouro. As cores podem transformar a vida de qualquer pessoa, trazendo sucesso nos negócios, na vida familiar, na vida sentimental, na saúde, no emprego, enfim, as cores podem auxiliar em tudo.
Ao receber um tratamento cromoterápico, as reações a seguir são bastante normais, de forma que o paciente deve ser previamente avisado sobre elas. São elas: bocejar constantemente, sono excessivo, vontade de chorar (durante as aplicações). Podem ocorrem enjoos nas primeiras aplicações. Para os casos psíquicos, quando a liberação de bloqueio energético inicia, as reações de rejeição ao tratamento são normais. Nos problemas físicos é normal o mal agravar inicialmente. O tratamento é feito (de dentro para fora) energia positiva expulsando energia estática e por isso, o organismo muitas vezes aguça os efeitos da doença.

Os tratamentos para tensão nervosa requerem cuidados especiais tais como: evitar situações traumáticas, cooperar, evitando lembranças conscientes de passado tristonho ou chocante. Para todos e quaisquer tratamentos energéticos, é aconselhável durante esses tratamentos: evitar bebidas alcoólicas, não se alimentar de carne suína ou bovina, pois estes alimentos dificultam a circulação de energia pelo corpo.

RESUMO DE TODAS AS CORES

O VERDE é a cor mais harmoniosa e calmante de todas. Representa as energias da natureza, esperança, perseverança, segurança, satisfação e fertilidade. Facilita a comunicação com as plantas, com os elementais e os espíritos da natureza. Simboliza: vida nova, energia, fertilidade, crescimento e saúde. Usada em excesso, determina orgulho, superioridade e arrogância.
 
O VERMELHO é a cor mais quente, ativa e estimulante. Fortalece o corpo e dá mais energia física, impulso sexual (vermelho cereja), força de vontade, conquista, liderança e senso de auto-estima. Deve ser usado, antes das refeições, por quem tem problemas digestivos e circulatórios. Se usado em excesso, o vermelho torna a pessoa agressiva e briguenta; Simboliza: perigo, fogo, sangue, paixão, destruição, raiva, guerra, combate e conquista; cor de aproximação e encontro. Melhor usado às terças-feiras (dia de Marte).
 
O AMARELO e o DOURADO despertam novas esperanças, no caso de resignação de doentes que desistiram da cura. Dá vivacidade, alegria, desprendimento, leveza. Produz desinibição, brilho, espirituosidade e espiritualidade. Diminui a ansiedade e as preocupações; fortalece os olhos e os ouvidos além de ajudar na cura da artrite. Atrai dinheiro e poder. Atrai pessoas alegres para a sua vida, rejuvenesce e traz charme; constrói confiança, dá poder de persuasão, energia e inteligência. Traz luz para a solução de problemas, ajuda a reter conhecimentos e desenvolver a sabedoria. Usada em excesso, torna a pessoa irresponsável e volúvel. O Amarelo simboliza: criatividade, as idéias, o conhecimento, alegria, juventude e nobreza. O Dourado simboliza: vibração elevada, vigor, inteligência superior e nobreza. Melhor usado aos Domingos.
 
A cor AZUL ajuda a baixar a pressão arterial, acalma e traz clareza mental. Produz tranqüilidade, ternura, afetuosidade, paz de espírito e segurança. Reduz o stress e a ansiedade, traz saúde emocional, paz e calma. Promove o entendimento entre as pessoas. Favorece as atividades intelectuais e a meditação. Deve ser usada, ao acordar, por quem tem problemas respiratórios. Simboliza: devoção, fé, aspiração, sinceridade, lealdade, confiança e tranqüilidade. Não possui contra-indicações.
 
O VIOLETA é uma cor metafísica. É também a cor da alquimia e da magia. Ela é vista como a cor da energia cósmica e da inspiração espiritual. A cor violeta é excelente para purificação e cura dos níveis físico, emocional e mental. Ajuda a encontrar novos caminhos para a espiritualidade e a elevar nossa intuição espiritual. Traz poderes mentais. Deve ser usada para combater a insônia. Simboliza: dignidade, devoção, piedade, sinceridade, espiritualidade, purificação e transformação. Quando usada em excesso acaba provocando manias e fanatismo. Melhor usar à quintas-feiras (dia de Júpiter).
 
O MARROM representa a constância, a disciplina, a uniformidade e a observação das regras. Atrai dinheiro ganho através do trabalho e conecta a pessoa à Mãe Terra. Usado em excesso traz autocrítica exagerada, dependência afetiva e isolamento. Absorve a negatividade, mas a retém, devendo ser sempre limpo, de alguma forma.
 
O CINZA e o PRATEADO dão equilíbrio e estabilidade, por serem o equilíbrio entre o preto e o branco. Não devem ser usados por quem sofre de memória fraca. São usados para cancelar ou neutralizar encantamentos que não servem mais aos nossos propósitos. Melhor dia para usar, segunda-feira.
 
O PRETO transmite introspecção, favorece a auto-análise e permite um aprofundamento do indivíduo no seu processo existencial. Absorve, transmuta e devolve as energias negativas, transformadas em positivas. Remove obstáculos, vícios e emoções não desejadas. O uso em excesso traz melancolia, depressão, tristeza, confusão, perdas e medo. Por isso, jamais deveria ser usado por pessoas que acabaram de perder um ente querido. O amarelo seria o mais indicado. Melhor usado aos sábados.
 
O BRANCO traz pureza, sinceridade e verdade; repele energias negativas e eleva as vibrações; equilibra a aura; facilita o contato com os guias espirituais e com os ancestrais; gerencia o equilíbrio interior, proteção, instinto, memória, partos, cuidado de animais domésticos e de crianças, sonhos. Também pode ser usado como coringa, para todos os propósitos, substituto para qualquer cor. Melhor dia para usar, segunda-feira.
 
O LARANJA é a mistura do vermelho com o amarelo, portanto, traz as qualidades dessas duas cores e deve ser usado ao deitar, nas articulações, nas juntas doloridas, em dores de coluna, ciática, hérnia de disco, etc. Traz sucesso, agilidade mental, atrai boa sorte e prosperidade. Desencoraja a preguiça. Melhor dia para usar, quarta-feira. Simboliza: encorajamento, estimulação, robustez, atração, gentileza, cordialidade, tolerância e prosperidade.
 
O ROSA é o vermelho, temperado com as qualidades do branco. É romance, amor espiritual (sem conotação sexual). Eleva as vibrações e o contato espiritual, afasta energias negativas e promove fraternidade. Melhor usado às sextas-feiras.
 
A seguir relaciono em ordem alfabética, uma série de disfunções e as sugestões de utilização das cores para cada uma delas, que lhe poderão ser de muita utilidade.
 

Agitação: Azul celeste – Índigo
Anemia: Verde
Angustia: Azul celeste
Asma Crônica: Verde – Laranja
Azia: Verde
Afecções da pele: Amarelo
Bronquite: Azul celeste – Laranja – Violeta
Cansaço ocular – Índigo
Catarata – Índigo
Câncer: Verde
Caspa, Calvície: Violeta
Circulação deficiente: Vermelho – Verde
Coração: Verde
Coragem (estimulo): Laranja
Corrimento (ovário): Violeta – Azul celeste
Cistos mamários: Verde
Doença mental: Índigo
Dor de Cabeça: Azul celeste – Verde
Dores em geral: Azul celeste
Diarréia: Azul celeste
Diabetes: Amarelo
Debilidade Física: Vermelho – Laranja
Desanimo: Laranja – Amarelo
Epistache (sangramento nasal): Índigo
Estresse – Índigo
Espinhas – Amarelo
Excitação: Índigo
Estômago: Amarelo
Eczema: Amarelo – Laranja – Vermelho
Erisipela: Verde
Espasmos: Azul celeste
Feridas: Verde
Furúnculos: Violeta – Verde
Febre: Azul celeste – Violeta
Fígado (cólica): Azul celeste
Fígado (doença): Amarelo
Flatulência: Amarelo
Glaucoma: Índigo
Garganta: Azul celeste – Violeta
Glândulas (desequilíbrio): Violeta
Gota: Laranja
Gripe: Verde – Vermelho
Hemorragia: Azul celeste – Índigo
Hemorróidas: Amarelo
Histeria: Azul celeste – Índigo
Hepatite: Amarelo
Icterícia: Amarelo
Incontinência urinária: Violeta
Intestinos: Amarelo
Infecções: Verde
Infecção do ouvido: Índigo
Indecisão – Insegurança: Laranja
Indigestão: Amarelo
Inflamações (em geral): Índigo – Laranja
Inflamações dos olhos: Índigo
Inflamação de garganta: Azul celeste
Insônia: Azul celeste – Violeta
Loucura (Agitado): Índigo
Laringite: Azul celeste – Índigo – Laranja
Miopia: Azul celeste
Mal estar: Índigo
Mal de Parkinson: Índigo
Menstruação escassa: Laranja
Menstruação excesso: Azul celeste
Mente fraca: Índigo
Neurose: Índigo
Nervo Ciático: Violeta
Nervos fracos: Amarelo – Índigo – Verde
Nevralgia: Verde – Laranja – Índigo
Ovário (Doenças): Violeta
Obesidade: Laranja
Ouvido (Surdez): Laranja – Azul celeste
Ovário (Inflamação/dores): Azul celeste – Violeta
Pâncreas: Amarelo
Palpitação: Azul celeste – Verde
Paralisia (parcial ou total): Vermelho
Pedra nos rins: Violeta – Amarelo – Verde
Pressão alta: Verde – Azul celeste – Violeta
Pressão baixa: Vermelho – Laranja – Amarelo
Pneumonia: Índigo
Prisão de ventre: Amarelo – Azul celeste
Pulmões: Laranja
Problemas sanguíneos: Verde
Psicoses: Violeta
Queimaduras: Azul celeste
Resfriado: Vermelho – Índigo
Respiração difícil: Laranja
Reumatismo e articulações: Índigo
Rins (inflamação): Violeta
Sinusite: Vermelho – Violeta – Índigo
Sistema nervoso – (Calmante): Azul celeste – Verde
Sedativo: Azul celeste
Tensão nervosa: Índigo
Tireóide: Azul celeste
Tônico (físico e mental): Verde
Tosse: Laranja
Tumores: Violeta
Ulcera interna: Verde
Urina (supressão): Verde – Amarelo
Vesícula (pedras): Laranja
Vesícula biliar: Amarelo
Voz (para melhorar): Azul celeste
Vômitos: Azul celeste – Índigo
Zumbido ouvido: Índigo

Aleitamento Materno – Falta de leite:
15 segundos de aplicação da cor verde em cada seio
15 segundos de aplicação da cor rosa em cada seio
15 segundos de aplicação da cor azul em cada seio
Para casos de tosse crônica:
30 segundos de aplicação da cor verde nos pulmões
15 segundos de aplicação da cor azul nos pulmões
15 segundos de aplicação da cor laranja nos pulmões
15 segundos de aplicação da cor amarelo no chakra cardíaco
30 segundos de aplicação da cor azul geral

CROMOTERAPIA NO PLANO ASTRAL

A cromoterapia, como nos informam nossos amigos do espaço, é um método de tratamento também muito desenvolvido no plano espiritual. Em Apometria mesmo é largamente utilizada, tanto em trabalhos de desobsessão quanto nos mais variados processos cirúrgicos que ocorrem durante uma sessão nessa Terapia de Cura.
Esses nossos irmãos nos informam que trabalhamos com muito pouca energia, quando apenas aplicamos as cores físicas. Para que compreendamos um pouco melhor sobre o que pretendem nos passar, eles nos dão um exemplo, que, aliás, é muito comum em quaisquer trabalhos apométricos: num campo energético banhado por intensa luz índigo, com matizes de carmim é colocado um grupo de espíritos de baixo nível vibratório, quase todos obsessores e parasitas. O efeito é surpreendente: todos, sem exceção, transformam-se instantaneamente em estátuas, nas posições em que se encontravam. Assemelham-se a estátuas de sal, como a mulher de Lot de que nos fala a Bíblia.
 
Dessa forma, tornam-se fáceis de serem removidos para lugares de tratamento ou ambientes compatíveis com seu grau evolutivo. Tem sido observado constantemente pelos médicos do espaço, o efeito da combinação de cores sob comando mental, sobre espíritos desencarnados e também em encarnados.
 
A seguir sugiro algumas combinações de cores, as quais são fornecidas pelos médicos do espaço, que venho aplicando em meus trabalhos terapêuticos, ressaltando que têm todas elas extrema eficácia.
 

01- Índigo + carmim: imobilização instantânea dos espíritos que se tornam como “estátuas de sal”.

02- Prata + violeta: elimina todo o poder mental dos magos negros.

03- Prata + laranja: Para tratamento dos pulmões, vias aéreas superiores e Asma.

04- Lilás + azul esverdeado: Aplicado em ginecologia, em Fibromiomas.

05- Dourado + laranja + amarelo: Debela crises de angústia.

06- Branco resplandecente: usado em limpeza.

07- Verde efervescente: limpeza de aderências pesadas dos espíritos desencarnados.
 

08- Disco azul: Energização e eliminação das Trevas.

09- Vermelho + laranja + amarelo: Representa o fogo, usado para o domínio da mente.

10- Prata + azul claro em cambiantes até lilás ou azul-turquesa: Úlceras.

11- Azul + verde + laranja: Úlcera duodenal.

12- Roxo: Energização.

13- Amarelo até laranja claro: Dores em geral.

14- Prata + violeta + laranja + azul: Câncer.

15- Branco Cristalino: Limpa e Purifica.

16- Violeta Intenso: Transmuta, regenera e recompõe.

17- Lilás: Desintegra a energia densa provinda de sentimentos e ações negativas.

18- Verde Escuro: Cicatrizante.

19- Verde Claro: Desinfecciona e Esteriliza.

20- Azul Claro Médio: Acalma e tranquiliza.

21- Amarelo: Energizante, tônico e vitamina para o corpo e espírito.

22- Verde Limão: Limpeza e desobstrução dos cordões.

23- Rosa: Cor da Fraternidade e do Amor Incondicional do Mestre Jesus.

24- Laranja: Símbolo da energia, aura, saúde, vitalidade e eliminador de gorduras do sangue.

25- Prata: Desintegra aparelhos e “trabalhos”, corrige polaridade dos níveis de consciência.

26- Dourado: Cor da Divindade. Fortalece as ligações com o Cristo.

27- Índigo: Anestesiante. Provoca intensa sonolência no espírito.
Envolvendo nosso paciente em arcos de luz nas cores abaixo relacionados, encurtamos extremamente o seu processo de cura.
 

Arco Verde: Assepsia (limpeza).
Arco Rosa: Acalma e Equilibra.
Arco Violeta: Fortalece o Sistema Nervoso.
Arco Laranja: Energiza.
Arco Dourado: Forma uma película de proteção (fortalece a estrutura física e estimula as faculdades mentais).
Arco Vermelho: Dissolve os resíduos deletérios e parasitismos, aparelhos, fiações, etc.
Arco Carmim: Protege e fortalece a estrutura espiritual.
Arco Branco: (CRÍSTICO): Eleva espiritualmente o indivíduo, harmonizando-o.

Finalizando, as terapias usando as cores podem ser apresentadas de diversas formas:
Cromoterapia, acima exposta, que pode ser aplicada de forma mental ou ainda através de lâmpadas, bastões ou outras fontes luminosas.
Harmonização interior ou visualização das cores, através da meditação da programação neurolinguística.
A cura pela cor dos alimentos, que usa a própria cor dos vegetais para reequilibrar os chakras em desequilíbrio.
A cura pela utilização dos líquidos solarizados e elixires, que consiste em utilizar a energia da luz do sol ou dos cristais, passando-a para os líquidos através de filtros coloridos e pedras e se fazendo uso dela através de sua ingestão.
A cura pela utilização de fluidos coloridos, à base de ervas e essências aromáticas, usadas isoladamente ou não, de modo a propiciar a combinação mais adequada ao paciente. 
Quando o ser humano recebe a incidência de um raio luminoso de determinada cor, há uma transformação em si mesmo, seja do ponto de vista bioquímico, celular, humoral, emocional ou comportamental.
Por exemplo, estudos feitos por especialistas em “cores” constataram alterações comportamentais em pacientes psiquiátricos ao se utilizar a cor azul nas paredes de hospitais especializados nesta área. Eles se apresentaram mais calmos. 
Da mesma forma, o azul agiria no apetite incontrolável, reduzindo-o. Ao contrário, a cor laranja estimularia o apetite. Por isso, é freqüentemente usado como cor preponderante em anúncios ou nas paredes de lanchonetes ou restaurantes.
 

O vermelho é estimulante e, acompanhado de laranja e amarelo, é em geral usado em publicidade para produzir efeitos de vitalidade, força, vigor, agilidade.
Existem muitas contradições no que diz respeito às cores e ao bem que elas proporcionam, de um autor para outro. Em função disso, para que você compreenda melhor essa técnica de cura, é imprescindível pesquisar um pouco mais, caso queira mesmo praticar a cromoterapia.

Cigana Esmeralda

A cigana Esmeralda é de uma benevolência profunda, protege as pessoas que fazem trabalhos voluntários e que são voltadas para a caridade.

Sempre pronta a ajudar aqueles que são excluídos e oprimidos na sociedade.
Seus médiuns são pessoas muito especiais, que devem seguir o caminho da caridade, evitando à todo custo a ganância e a frivolidade.
Esmeralda recebeu esse nome devido à riqueza que sua gestação significou para seus pais e à sua beleza.
Trabalha com velas verdes, ervas, pedras verdes, maçãs verdes, uvas verdes, peras,  incensos, água, vinho branco e rosas brancas.
Recebe suas oferendas em bosques ou parques bem cuidados.
Sua magia é muito voltada para a saúde.
Protetora da fartura de alimentos, é feiticeira de comida, das que fazem feitiços que são comidos, para vários tipos de objetivos.
Esmeralda é natural de Évora, em Portugal.
Viajou por toda Europa, aprendendo pratos e aperfeiçoando suas magias.
As magias de Esmeralda são douradouras e quando chega geralmente tem banquetes, por sua vez é ela mesma quem faz.
É eximia usuaria de tachos (panelas de cobre) e facas, com as quais destricha, corta e cozinha.
Para ela é indisponivel a colher de pau e a faca aflatada com bainha, que carrega em sua bolsa para caso de necessidade.
É festeira, risonha, matrona, mandona e não aceita NÃO como resposta. Grande doceira da magia cigana, é perigosa e deve ser tratada com muito amor e cuidado.
 
 
MAGIA DE CIGANA ESMERALDA PARA PROSPERIDADE E FARTURA
Faça um Pote para que não falta nada em sua casa.
Uma bomboneira pequena e coloque dentro um pouco de cada deste grão e sementes.
Ervilha, lentilha, Arroz com casca, Amendoim, Grão-de-bico e trigo em grão.
Coloque por cima três moedas atuais, com o valor variado para cima, e um quartzo-citrino no meio delas.
Deixe energizando por três dias na luz da Lua Crescente, e peça aos grãos que apresentem sua força magica, para que nada lhe falte ao seu lar.
Ponha em um móvel em lugar alto, como se fosse um bebelô.
Assim fazendo esteja certo (a) de que nunca faltarão alimentos no seu lar.

 

Cigana Damira

Conta a tradição que, certa vez, uma cigana sentada em uma grande almofada colorida, no interior de sua tenda, quando em sua frente formou-se um clarão azul-celeste.
Deste clarão, surgiu a imagem de uma linda mulher, sem características de cigana, mas parecendo uma daquelas deusas da mitologia grega.
A mulher usava uma longa túnica e um véu que cobria seu nariz e sua boca, deixando descoberto somente seus grandes olhos negros.
A linda mulher começou a falar com a cigana, usando um dialeto que ela desconhecia, mas que sua mente captava e transformava em uma mensagem:
“A partir de agora, cigana, você usará pedras em suas magias. Bem perto daqui, existe uma gruta repleta de pedras. Vá até lá e apanhe muitas pedras coloridas”.
 
Em seguida, o clarão se desfez, levando consigo a imagem da mulher.
A cigana ficou muito assustada com tudo que acontecera, principalmente porque pedras não faziam parte dos rituais de seu povo.
Levantou-se e foi caminhar pelos montes, onde existia uma cachoeira.
De repente, observou que havia uma grande abertura nas rochas da cachoeira, e lembrou da mensagem que ouvira.
 
Caminhou até a rocha, passou pela grande abertura e avistou uma gruta com muitas pedras, todas cheias de pontas e das mais variadas cores.
Até parecia que um arco-íris estava ali, dentro da gruta.
A cigana voltou ao acampamento, apanhou uma candeia para clarear a gruta, que era um pouco escura, e uma ferramenta com que pudesse bater nas pedras e quebrá-las em pequenos pedaços; e foi para a gruta na cachoeira.
Algum tempo mais tarde, saiu da gruta e voltou para o acampamento levando muitas pedras pontiagudas de várias cores; espalhou-as no tapete de sua tenda e começou a admirá-las.
 
As pedras transmitiam uma luz e uma força que a cigana desconhecia.
Nesse momento, apareceu o mesmo clarão com a imagem da linda mulher, e a mente da cigana captou uma nova mensagem:
“Essa será sua nova magia. A magia das pedras e dos cristais. Eu lhe darei a força da Atlântida e você será a primeira mensageira dos cristais do planeta Terra. Com os cristais, você e seu povo farão mentalizações para todas finalidades: curar doenças, atrair sorte e prosperidade no amor e nos negócios, afastar negatividade e muito mais.”
Em seguida o clarão azul e a linda mulher desapareceram.

 

Incensos

Os incensos são usados para aromatização de ambientes, funcionando como purificadores e condutores de vibrações, sejam elas de pessoas ou de ambientes. A palavra “incenso” vem do latim “incensum”, que significa “incendiar”. Através de incêndios espontâneos que ocorreram em grandes florestas onde havia árvores cujos troncos eram constituídos de madeira odorífica, como pinheiros, o homem tomou conhecimento dos “perfumes” e dos”incensos”. Os incensos são fabricados de resinas ou gomas aromáticas, tais como olíbano e bálsamo, que ao serem acendidos exalam o aroma da essência escolhida. Ao acender um incenso, a fumaça estabelece uma conexão entre os mundos físico e espiritual. Por este motivo, mesmo que o proposito seja somente de perfumar o ambiente, deve-se, através das bênçãos, neutralizar a ação nociva de energias adversas que possam estar tentando interferir nesta conexão. Origem: Indianos, Judeus, Gregos, Budistas, Romanos, Islâmicos.

Diretamente e intimamente ligados aos elementais do ar, os incensos estão presentes desde os primórdios da humanidade, onde o homem, mesmo antes de dominar o fogo e a técnica de produzir os incensos, já conhecia os aromas da natureza e fazia seu uso, tanto em seus rituais onde usavam fumaça, aromas e oferendas para reverenciar deuses  superiores ou proteger-se de espíritos malignos quanto para simples purificação em rituais de iniciação.
A história dos incensos é bem antiga e tem sua narração nas histórias de diversos povos e religiões, as Escrituras Sagradas narram que a Rainha de Sabá visitou Jerusalém e o Rei Salomão, levando-lhe, entre outros presentes, uma quantidade enorme de um precioso incenso, em algumas passagens bíblicas temos mais citações sobre os incensos: O incenso fazia parte da composição aromática sagrada destinada unicamente a Deus (Ex. 30,34) “Ouçam-me, filhos santos… Como incenso exalem bom odor (Sl. 39,14)” Com a oferta do incenso os magos do Oriente adoraram o Menino Jesus como o recém-nascido Salvador do mundo “(Mt. 2:11). No último livro do Antigo Testamento, o Apocalipse, João vê vinte e quatro anciões que estavam diante do Cordeiro com harpas e taças de ouro cheias de incenso: São as orações dos santos (Ap.8:3, 4).
No templo, junto aos ídolos, os romanos bem como os gregos tinham um altar para o incenso (foculus), em sinal de homenagem e adoração. No culto ao imperador, a incensação possuía valor de reconhecimento da religião e do estado do imperador enquanto deus. Entre os etruscos, o sumo sacerdote, anunciava com um toque de trombeta o final de um período e pronunciava o novo tempo queimando o incenso sagrado em braseiros preciosamente decorados. Na Grécia se incensava a vítima do sacrifício para torna-la mais aceitável à divindade; e também queimavam o incenso como obrigação e para proteção. Em Israel o incenso era misturado a outras substâncias odoríferas, os egípcios utilizavam este perfume dos deuses como o chamavam, para os rituais do templo, convencidos de que o incenso podia fazer chegar à divindade os desejos dos homens. Em Roma queimava-se nas ruas e em especial na adoração do imperador. Na Índia os hindus usam nos templos, nas oferendas domésticas e em seus festivais. Na América do Sul resinas aromáticas de copal são oferecidas ainda hoje pelos descendentes Maias e Astecas para suas divindades ancestrais. Na América o muito reverenciado pelos índios nativos. Eles usam sálvia branca, cedro, pinho em seus rituais de limpeza e adoração. 
 
Desde os tempos imemoriais, dos homens das cavernas, que a queima de ervas e resinas é atribuída a possibilidade de da modificação ambiental, mental e emocional. Até para proteger das pragas e doenças, nossos ancestrais faziam uso em suas casas, teoria essa que tem fundamento, pois incensos feitos de ervas, como tomilho e capim limão, há muito tempo, são usados por suas propriedades anti-sépticas e curativas, portanto estas e outras ervas eram queimadas em quartos de doentes em hospitais antes da descoberta dos antibióticos.
No processo de modificação e equilíbrio mental e emocional, os incensos naturais quando queimados soltam no ar moléculas de óleos essenciais que entram pelo sistema olfativo e pelos poros da pele até o cérebro, onde seus efeitos químicos interagem proporcionando a mudança de ânimo. Essa fumaça aromática pode relaxar, estimular, aumentar nossa energia nos levando para o momento de paz e amor. 
Cientificamente algumas pesquisas indicaram que ao ser queimado o incenso desprende uma substância chamada tetraidrocanabinol (THL), que tem qualidades inebriantes e anestésicas, que atenuam inclusive dores de cabeça ou de dente. Isso é comprovado devido ao fenol exalado pela fumaça do incenso atuar no córtex cerebral e sobre o sistema neurovegetativo.
Atualmente os incensos são utilizados por pessoas espiritualizadas ou não, com o intuito de purificar ambientes e atrair “bons fluidos”. Muitas são as propriedades atribuídas a determinadas fragrâncias, anteriormente pela magia e atualmente Aromaterapia. Acanela tem ação efetivamente antidepressiva. O aroma da rosa branca atua contra o estresse, o almíscar estimula a sensualidade e o romantismo, etc.
 
Todo incenso deve ser usado com cautela nunca em demasia com fazem algumas pessoas e deve ser sempre dirigido a alguma causa. Não deve ser usado simplesmente por usar, por nada ou sem motivo, deve sempre ter um dono que o receba e que tenha seu nome pronunciado no momento do pedido. O incenso mantém um grande poder de evocação espiritual e astral e não deve ser usado tão somente para perfumar ambientes ou sem causa porque sempre estaria alcançado uma egrégora qualquer com a vibração que provoca e que está quieta em seu lugar, tem o condão de atrair energia de toda espécie e dos dois planos astrais: negativo e positivo, tem força de ritual e de alimento também, tem força de rejeição ou de atração dependendo do patamar alcançado e da situação especial de quem as ascende. É por demais conhecido no mundo da mística astral e por vezes seu uso ou o que emana no mundo imaterial chega a ser disputado quando não pertence a ninguém que o esteja recebendo, podendo muitas vezes provocar visitas ansiosas por novos incensos a serem utilizados.
 
Cada Cigano com certeza indicará o incenso de sua preferência ou de sua necessidade naquele momento, regra geral o incenso mantêm sempre correspondência com a área de atuação dele ou dela ou do trabalho que estará sendo levado a efeito. Quando se tratar de oferendas e já não estiver estipulado o incenso certo para acompanhar e houver sua necessidade solicitada, bem como nas consagrações o incenso que deve acompanhar deverá ser sempre o de maior correspondência com o próprio cigano ou cigana. No caso de uma oferenda normal e tão somente necessária para manutenção, agrado ou tratamento, sugere-se o incenso espiritual ou de rosa, que mantém efeito de evocação de leveza, de elevação ou mesmo de louvação espiritual.

Previous Older Entries Next Newer Entries

Orixás e entidades da Umbanda e do Candomblé.

O conhecimento da religião dos Orixás, mostrando lendas, curiosidades e mistérios da nossa religião.

Freshly Pressed: Editors' Picks

Just another Wordpress.com weblog

real ultimate waffe (.net)

FACT: mdawaffes are mammals

O conhecimento da religião dos Orixás, mostrando lendas, curiosidades e mistérios da nossa religião.

O conhecimento da religião dos Orixás, mostrando lendas, curiosidades e mistérios da nossa religião.

O conhecimento da religião dos Orixás, mostrando lendas, curiosidades e mistérios da nossa religião.

Rainha Maria Padilha, Exús e Pombo Giras

O conhecimento da religião dos Orixás, mostrando lendas, curiosidades e mistérios da nossa religião.

O conhecimento da religião dos Orixás, mostrando lendas, curiosidades e mistérios da nossa religião.

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 342 outros seguidores

%d bloggers like this: