Exu Gererê

Exu Gererê  é um Exú pouco conhecido, apresenta-se sempre com uma armadura, carregando um tridente e uma espada, porém confundido com Exu Ganga, que por sua vez, é por demais conhecido dentro das giras Umbandistas e Quimbandistas, e é este Exu, elemento desta forte e perigosa linha da Quimbanda.
Os espíritos que são os componentes desta linha são exímios entendidos na pratica da magia, seja astral, seja natural ou qualquer outra forma ou modalidade a eles requisitados. Sua atuação principal é dentro da magia vodu, muito conhecida a nível superficial, sendo esta modalidade da magia, ensinada a pouquíssimos iniciados, haja vista sua complexidade, sua extrema e perigosíssima eficiência, que em mãos erradas podem resultar grandes e as vezes irreversíveis conseqüências, tanto ao operador quanto a infeliz vítima. 
Deixo claro que a magia vodu pode ser amplamente requisitada e usada para fins maléficos, na qual obtém resultados rápidos e por demais eficientes, contudo a magia vodu também, e deveria assim ser, utilizada para fins benéficos e virtuosos. Os espíritos que se apresentam dentro desta linha são denominados vulgarmente de “Gangas”. Este fato é existente pelo pouco conhecimento que se tem que o chefe desta linha é Exu Gererê. São os elementos desta linha:
Exús
Exu Quebra Galho
Exu Sete Cruzes
Exu Gira Mundo
Exu dos Cemitérios
Exu da Capa Preta
Exu Curador
Exu Ganga

 

Exú 7 Buracos

 

Muita gente confunde o Exu Sete Buracos com o Exu Sete Covas, mas uma entidade não tem nada a ver com a outra.

 

Enquanto o Sete Covas ampara os espíritos dos mortos, o Sete Buracos ajuda os vivos a saírem do buraco financeiro.

 

Mas, atenção: um olho no peixe e outro no gato ao lidar com o Sete Buracos!

 

Porque assim como esse compadre ajuda a desatolar as pessoas da desgraça financeira, ele também pode ajudar a enterrá-las naquele mesmo lodaçal.

 

Uma coisa é algum negócio ir mal de vez em quando, o que é absolutamente normal. Outra, bem diferente, é tudo estar virado na breca durante todo tempo.

 

Nesses casos há grandes possibilidades do Sete Buracos estar agindo na contramão.

Exú das Matas

Exu das Matas  chefiado por Exu Rei das Matas. Comanda todos os Exus que trabalham no verde ou locais que tenham árvores (à não ser de cemitérios, pois pertence a outro reino). Líder de falange, trabalha tanto para Oxóssi como para Ossâim. Tem seu ponto de força firmado em matas fechadas ou à beira de lago circulado por verde. Quando ele está incorporado observa tudo a sua volta, costuma falar mais do que ouve pois já observou a pessoa que irá conversar. 

É muito evidente o seu extinto de caçador, mostra-se muito ágil quando incorporado lembrando jovens índios caçadores, porém ao falar nos passa a impressão de ser um velho sábio, assim como um grande Pajé. Exu das Matas é conhecedor dos mistérios das ervas, raízes, sementes, folhas, flores e frutos. Costuma ensinar o preparo dos banhos, chás, pós, óleos para a cura da alma e do corpo. 

Exige dos seus filhos o estudo religioso, a disciplina e o respeito com o próximo, pois costuma dizer que nada adianta a entidade ter o conhecimento se o cavalo esta despreparado como ser humano e como médium para auxiliar. Não admite traição e mentiras. Agora, não se esqueça de pedir licença quando adentrar a Mata de Oxossi, pois ela tem um Guardão. 

Laroiê, Exu das Matas! Ê Mogibá! Eu te saúdo, Exu das Matas! 

Ao Poder Exu Caveira: Um Brinde a Morte!

Pelo seu sorriso que encanta e acalenta o final de todos os ciclos.
Pelo seu toque, que cria condições para que tudo possa renascer.
Pela doçura do medo que desperta em todos aqueles que se iludem com o ato de viver.
Pela oportunidade que ecoa da escuridão do seu manto ébano.
Neste momento, presente e sublime, erguemos o cálice da consciência, brindando a morte!

Pela morte de todos os nossos vícios: emocionais, mentais, espirituais, condicionais, sociais e materiais. Sejam eles de ordem química ou energética.

Um brinde!

Pela morte de tudo aquilo que atenta contra a nossa vida e a de nossos semelhantes: as magias negras, os bruxedos, as feitiçarias, as maldições, as amarrações, os envultamentos, os cruzamentos, as fofocas, as dissimulações, as traições e as maledicências.

Um brinde!

Pela morte de todos os processos religiosos, espirituais e mediúnicos que são distorcidos, engessados e manipulados contra a humanidade.

Um brinde!

Pela morte de toda violência, física e espiritual que é propagada pelo mundo.

Um brinde!

Pela morte dos desajustados, desequilibrados, insanos, corruptos, manipuladores e enganadores, que usam do caminho espiritual e religioso para lubridiar, atormentar, tomar e corromper aqueles que buscam ajuda e conforto espiritual.

Um brinde!

Pela morte de todos os impulsos, reações e reatividades, daqueles que atentam contra a vida ainda no ventre materno.

Um brinde!

Pela morte da covardia, da ignorância e do ódio gerado e colhido dentro do seio familiar.

Um brinde!

E após o sétimo brinde, ofertado ao poder de Exu Caveira, que a morte possa se instalar e se propagar em nossas vidas, paralisando os nossos bloqueios, os ressentimentos, as amarguras, as frustrações, as depressões e as inquietações.

Fazendo com que a nossa sombra interior seja lapidada, afinando o nosso ego, gastando o nosso orgulho e ceifando a vaidade desenfreada.

Que o Senhor da Morte reine absoluto em nossos caminhos, nos mostrando o verdadeiro sentido da Vida!

Fonte: por Vander Augusto

Exú 7 Porteiras (Guardião 7 Porteiras)

 É o encarregado de guardar tudo o que está fechado por meio de caminhos , portas , chaves , segredos.

Pertence a terceira linha negativa da Umbanda , comandada pelo Ogum de Lei .

Esse Exú da o poder ao seu Médium , o que invoca para abrir os caminhos das pessoas que o procuram . Exú Chefe de Falange .
O sentido é figurado , pois pela condição de confiança que ele faz passar as pessoas que estão junto ao seu protegido , essa faz as vontades do médium , permitindo , autorizando , fazendo , confidenciando .

É muito soturno , fala pouco , porem sempre a verdade , ele sempre diz que fala a verdade para seu consulente , e não fala o que seu consulente quer ouvir , mesmo se a verdade for digamos , ruim para o consulente , também faz as pessoas falarem muito com ele .
Tem a característica de incorporar sempre próximo a uma porta . Domina as 7 fronteiras , ou seja , ele pode abrir ou fechar suas portas , caminhos , destinos , etc …
Ele é um dos 7 guardiões que toma conta dos 7 portais astrais , de um mundo para o outro ou de um astral para o outro .

Características :

– Bebida : Bebidas finas e marafos .
– Fuma : Charuto .
– Guia : Vermelha e Preta .
– Lugar : Ambientes fechados , na encruzilhada de terra ou mata .
– Vela : Pretas , vermelha e preta .
Canto cantado ao Exú 7 Porteiras

Cadê a chave
Do seu 7 Porteiras (2x)
Ele precisa passar
Ele é seu 7 Porteiras (2x)
Cheguei , cheguei pra trabalhar
Cheguei , cheguei pra ajudar .
Eu não como ,eu não bebo,eu não durmo
Enquanto esses filhos não curar (2x)
Vou a brir a porteira
Vou abrir pra ele passar
Seu 7 Porteira é curador
Por isso veio pra nos ajudar . (2x)

Laroyê 7 Porteiras !!!

Exú Cigano

Este, como seu nome indica, se manifesta sob a aparência de um cigano. Quando vivia foi um cigano árabe, que veio como escravo ao Brasil junto com um contingente que provinha da África Oriental. Seu nome em vida era Hassam. 
Por ser o primeiro cigano que se iniciou no culto afro-brasileiro que ele conheceu no cativeiro junto com os demais escravos, obteve o privilégio de ser o comandante dos demais ciganos que se iniciaram, de onde passou a ser chefe do povo cigano. Logo, quando começa a manifestar-se, primeiro na macumba primitiva, logo depois na Umbanda e por último como “Exu de Alto” se dá a conhecer como “Cigano L’erú” que significa: “O cigano que foi escravo”, dando a entender que foi um dos que chegaram primeiro.
 
Sua vestimenta é composta de panos coloridos, turbante e bombacha no estilo árabe. Sendo um dos poucos ciganos (homens) que se apresentam desta maneira, já que a maioria vem com chapéu de feltro ou lenço de cabeça, calça, camisa e jaleco, pois são ciganos muito mais novos no tempo.
 
Os outros Exus que se manifestam como ciganos, quase nunca se chamam “ciganos”, por que de uma maneira geral são Almas de Ciganos que se iniciaram no culto, e chegam com a representação de algum outro Exu do Alto Comando, por exemplo: Exu Corcunda Cigano.
 
Alguns de seus caminhos são ramos de onde podem chegar os distintos ciganos:
 
Exu Cigano do Oriente – O que vem da África Oriental, Arábia e outros países asiáticos.
 
Exu Cigano do Circo – O que trabalha – como indica seu nome – nos circos e também em todos os lugares onde fazem espetáculos públicos.
 
Exu Cigano do Pandeiro – É ele que vem com um pandeiro na mão, bom dançarino, tem um estilo turco.
 
Exu Cigano Caló – É ele que representa a os ciganos que vieram ao Brasil desde Portugal, Espanha e França.
 
Exu Cigano da Praça – Aquele que se dedica a buscar oportunidades nas praças, feiras e parques, fazendo negócios.
 
Exu Cigano Romanó – Quando se apresenta como um cigano que vem de algum dos países de Europa oriental.
 
Exu Cigano do Violino – Que é a passagem na qual ele sabe tocar violino, sendo um cigano rumano.
 
Exu Cigano da Lira – Que faz alusão aos conceitos: 
  • a) que provém de uma cidade africana chamada Lira e que fora a princípio um ponto de encontro entre várias raças para comerciar; 
  • b) que é hábil compondo canções, cantado e tocando instrumentos variados.
Exu Cigano Giramundo – Que não deve se confundir com “Exu Giramundo-cigano”, pois Cigano giramundo é uma passagem de Exu Cigano o que mostra sob a faceta de trota-mundos, andarilho, em sua carruagem viajando de povo em povo. Sem dúvida, Giramundo-cigano é a representação de Exu Giramundo através de uma passagem como cigano.
 

Exu Cigano do Garito – O que trabalha nas casas de jogo clandestino. Devemos ressaltar, que “garito” é uma palavra cigana.

Há, todavia, muitos sub-ramos derivados das primeiras passagens e também outras passagens. Devemos deixar claro que, na Kimbanda, não há algum lugar para ciganos (homens) com nomes próprios, pois temos ouvido por aí que chegam: cigano-andrés, cigano-sandro, cigano-marco, etc. Na Kimbanda só chega Exu Cigano- “de tal parte”, os espíritos de ciganos homens que venham com nomes próprios, NÃO SÃO EXUS DE LEI, não devem ser admitidos nas giras, porque não pertencem à nossa religião. Os ciganos que entraram na nossa religião quando viviam, têm até o momento, somente um dos caminhos: 
a) Chegar representando a Exu Cigano ou Pombagira Cigana e um grupo; 
b) Chegar representando qualquer Exu dos altos comandos e ter ao final a denominação: “cigano”.

Exu Angola – Que pertence ao povo das Almas do Cativeiro.

Exu Cobra Preta – Pertence ao povo das Cobras que trabalha dentro do Reino das Matas.

Exu Come-Fogo – Ronda nas cercanias dos crematórios e pertence ao povo do forno.

Exu Coquinho dos Infernos – Que integra o grupo do Povo dos Infernos (dentro do Reino da Lira)

Exu da Estrada – Que trabalha nas rotas e estradas (povo do Cruzeiro da Rua)

Exu da Lama – Tem a incumbência onde há incêndios e faz parte do Povo do Forno.
 
Exu Dalva – Pertence ao Povo do Cruzeiro do Espaço. Gosta de trabalhar quando está amanhecendo e recebe as oferendas em terrenos abertos.
 
Exu do Ar – Trabalha sob o comando de Exu dos Ventos.
 
Exu Formiga – Pertence ao Povo das Campinas, mora perto dos formigueiros onde procura um de seus alimentos prediletos: as formigas.
 
Exu Gato – Prefere trabalhar nas encruzilhadas dos montes.
 
Exu Gererê – Trabalha dentro do mar, pertence ao povo dos pescadores, de fato, seu nome significa “red” em linguagem banto.
 
Exu Hora-Grande – Outro tipo de nome que se usa para referir-se a Exu Meia-Noite.
 
Exu Kolobô – Que trabalha nos cemitérios e ataca condolências, pertence ao povo das mirongas.
 
Exu Lalu – Trabalha nas encruzilhadas da praia sob as ordens de Exu Mirim.
 
Exu Limpa-Trilhos – Trabalha nas vias de trem abrindo os caminhos, pertence ao povo da Encruzilhada de Trilhos e seu chefe direto é o Exu Marabô.
 
Exu Mangue – Vive nos mangues.
 
Exu do Pantanal – pertence ao povo do Lodo.
 
Exu Pinga-Fogo – Que pertence ao povo dos Fornos ou do Fogo (povo do fogo material)
 
Exu Relâmpago – Trabalha no povo da Encruzilhada do Espaço (pontos cardinais), sob as ordens de Seu Sete Gargalhadas.
 
Exu Sete Horas – Que pertence ao povo do Cruzeiro do Espaço.
 
Exu Tira-Tôco – Trabalha nos montes de Eucaliptos a beiradas do mar. Pertence ao povo da mata da praia.
 
Exu Tranca-Gira – Trabalha nos cruzeiros sob as ordens de Exu Tranca Tudo.
 
Pombagira da Terra – Trabalha nos cemitérios.
 
Pombagira Rosária – Trabalha nos mercados e feiras.
 
Pombagira Sete Folhas – Pertence ao povo das árvores e trabalha na entrada dos montes.

Os 16 Títulos mais conhecidos de Exu

  • Exu Iangui – O Senhor da Pedra Vermelha “Laterita”
  • Exu Agbá – O Grande Senhor dos Ancestrais
  • Exu Igbá Ketá Igba – A Terceira Cabaça
  • Exu Okotô – O Senhor do Caracol
  • Exu Obá Babá Exu – O Rei e Pai de todos os Exus
  • Exu Odara – O Senhor Dos Bons Pedidos, da Felicidade
  • Exu Ojisé – O Mensageiro dos Orixás
  • Exu Eleru – O Senhor das Obrigações e Rituais
  • Exu Enu Gbarijo – O Senhor da Boca Coletiva
  • Exu Elegbara – O Senhor do Poder Mágico
  • Exu Bara – O Senhor do Corpo
  • Exu Onã – O Senhor dos Caminhos
  • Exu Olobé – O Senhor da Faca
  • Exu Elegbó – O Senhor dos Ebos e Oferendas
  • Exu Alafia – O Senhor da Satisfação Pessoal
  • Exu Odussô – O Vigia dos Odus

Previous Older Entries

Orixás e entidades da Umbanda e do Candomblé.

O conhecimento da religião dos Orixás, mostrando lendas, curiosidades e mistérios da nossa religião.

Freshly Pressed: Editors' Picks

Just another Wordpress.com weblog

real ultimate waffe (.net)

FACT: mdawaffes are mammals

Umbanda de Caboclos, Boiadeiros, Pretos Velhos, Marinheiros e todo o seu mistério

O conhecimento da religião dos Orixás, mostrando lendas, curiosidades e mistérios da nossa religião.

O conhecimento da religião dos Orixás, mostrando lendas, curiosidades e mistérios da nossa religião.

O conhecimento da religião dos Orixás, mostrando lendas, curiosidades e mistérios da nossa religião.

O conhecimento da religião dos Orixás, mostrando lendas, curiosidades e mistérios da nossa religião.

O conhecimento da religião dos Orixás, mostrando lendas, curiosidades e mistérios da nossa religião.

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 345 outros seguidores

%d bloggers like this: